Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Vãs esperanças - Vain hopes

Decidida eu não temia

tudo o que o meu coração,

tantas vezes sentia:

pensamento por vezes almeja fantasia da evasão;

essa liberdade icónica sua conhecida!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Decided i did not fear

all what my heart,

many times felt:

thought sometimes crave fantasy of evasion;

this iconic freedom so known!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Deixo correr o tempo primordial;

na procura teimosa,

de todas as esperanças vãs do momento

que simulam vida bela e airosa!

Sempre na subida sinuosa da espiral...

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

I let the primordial run;

in stubborn pursuit,

of the all vain hopes of the moment

that simulate beautiful and graceful life!

Always on the sinuous rise of the spiral...

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Incenso estranho de solidão e calmaria;

correndo perdidamente nessa hora de perdição:

tão sonhadora e discreta que me alumia!

O silente pacifíco e inquieto do ideal da inspiração,

em suas representações incompletas e fugidias...

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Strange incence of solitude and calm;

running madly at this time of frenzy:

so dreamy and discreet that it illuminates me!

The quiet peaceful and restless of the ideal of inspiration,

in the incomplete and elusive representations...

***************************************************************

O sonho da originalidade ainda vivia,

por desenhar as imagens que impulsionam

um movimento do sonho que renascia...

Em que a coragem e o medo se elaçam

nas lágrimas do orvalho, que se perdiam;

em todas as manhãs de esperanças vãs!

 

The dream of originality was still alive,

for drawing the images that drive

a movement of the dream that was born...

In which courage and fear become enlaced

in the first tears of dew that were lost;

in every mornings of vain hopes!

   Rosamar  Freedom    

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.