Sexta-feira, 13 de Abril de 2018

Realidade tão invisível, tão humana - Reality so invisible, so human

     "O que é real?"     "What`s real"?

 

No quadrante do desejo real

renasce o mistério da felicidade,

que é procura do meu ideal

que faz parte de minha verdade.

Essa ambição onde se esconde a esperança leal!

 

Posso lê-la nos teus olhos cheios de sentidos,

nas tuas palavras a parecerem banais;

nos teus gestos intuitivos,

ou nas tuas emoções reais;

ou nos teus sonhos reprimidos!

 

In the quadrant of the real desire

the mystery of happiness reborn,

which is the search for my ideal

which is part of my truth.

This ambition where loyal hope hides!

 

I can read it in your eyes full of senses,

in your words that seem banal;

in your intuitive gestures,

or in your real emotions;

or in your repressed dreams!

 

Nos intervalos das tuas palavras certas,

na cadência certa da tua voz medida

na imaginação do teu olhar que preparas e emprestas;

na revelação que é interrogação perdida

e nos instantes em que o meu pensamento tem

                    claridades incertas!

 

In the interval of your right words,

the right cadence of your measured voice 

in imagination of your gaze you prepare and lend;

in revelation which is lost interrogation

and in the moments my thought has

             uncertain clarities!

 

Seduz-me todo esse mundo,

que relata uma história desconhecida

toda envolvida no modo profundo.

Em cada vez que o meu coração medita:

é intento, inspiração em tudo o que é puro se esconde e incita

 

Seduce me all this world,

that tells a story unknown

all involved in the deep way.

Every time my heart meditates:

is intent, inspiration in all that is pure hides and incites

 

      Rosamar   Freedom  

 

 

   

 

 

 

 

publicado por lybelinha às 16:35

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Eloquente ( ou o sentimen...

. A música da alma ( Que fa...

. Criação generosa : Do abs...

. Contemporâneo ( Revelação...

. Paisagem quase rural - Al...

. Escrever o mundo (à "dist...

. Tudo o que me comove - Ev...

. A aprendizagem natural - ...

. Segredos da poesia - Sile...

. Segredos da poesia - Sile...

.arquivos

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Janela da imaginação - es...

. A criatividade do sonh...

blogs SAPO

.subscrever feeds