Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Porque gosto de ti, não sei ( a falta de explicação para o amor )

   Why i love you, i don`t know   ( The lack of explanation for the love )

 

Perguntei às minhas primeiras inspirações

o que seria tudo isto que sentia;

perguntei à lua, que só brilhava e nada me dizia...

perguntei ao sol que me aquecia o frio das indecisões;

perguntei ao céu e seu manto de veludo,

em imaginação de suas constelações!

 

I asked to my first inspirations

which would all this that i felt;

i asked the moon, which only shine and said me nothing...

I asked the sun that warm me the cold of indecisions;

i asked the sky and his velvet cloak,

in imagination with their constellations!

--------------------------------------------------------------------

Perguntei ao mar em sua turbulência grandiosa...

Perguntei às conchinhas e às algas entrelaçadas na areia,

perguntei aos pássaros que cantam uma melodia que me enleia.

Perguntei às abelhas que colhem o pólen de uma bela flor viçosa!

 

I asked the sea in his huge turbulence...

I asked the little seashells and the interlaced seaweeds in sand,

i asked the birds that sing one melody that ensnare me.

I asked the bees that reap the pollen of one lovely and lush flower!

-----------------------------------------------------------------------------

Perguntei às folhas caídas ensopadas de chuva fria...

Perguntei à árvore vazia, no Outono,

que aguardava em seus troncos despidos, por um ciclo novo.

Perguntei à Primavera que me trazia a luz de um novo dia!

Perguntei ao meu sonho de Verão, que renasce nesta paixão por ti.

 

I asked the  fallen leaves sodden of cold rain...

I asked the empty tree, in Autumn,

that wait in their undress driftwood, for one new cycle.

I asked the Spring that bring me the light of a new day!

I asked to my «Summer dream», which reborn in this passion for you.

 

Rosamar  Freedom

------------------------------------------------------------------------------- 

     

   

 

 

 

 

   

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.