Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

Não acredito (na indiferença) - I don´t believe (in indifference)

      Um amor perfeito - A melodia mais bela da vida

      A perfect love - The most beautiful melody of life

 

Sem saber que todas as crenças,

que sempre são só minha

inspiração, sem que tu compreendas,

que estou distante e sozinha.

E queria acreditar em ti, na virtude

mesmo com todas as difíceis diferenças!

 

Without know it that all beliefs,

which are always only my

inspiration, without you realizing,

that i`m far and alone.

And i wanted to believe in you, in virtue

even with all the difficult differences!

 

Acredito, acredito em tudo

o que me desata o pensamento;

que é da minha alma último reduto:

para conceber o coração que é o sentimento...

Assim acolho a inspiração em incompletude,

a tentação bela da elevação em triste solitude!

 

I believe, believe in everything

that unleashes my thinking;

that it is from my soul the last stronghold:

to conceive the heart that is the feeling...

Thus i welcome the inspiration in incompleteness,

the beautiful temptation of elevation in sad solitude!

 

Todas as maneiras, todos os motivos;

uma história de amor perfeita.

A união de dois destinos,

surge para construir um mundo

que se prolonga para tudo o que os rodeia

tornando-o numa felicidade eleita!

 

Every ways, every motives;

a perfect love story.

The union of two destinations,

arises to build a world 

which extends to everything around them

making it an elected happiness!

 

Nesta ambiguidade do pensamento;

naquela madrugada tão fria,

que se desfaz, tão subtil, fugidio...

A emoção desperta, solta numa melodia;(ou solta uma melodia)...

E por milagre faz nascer o momento,

que me faz ter esperança na minha crença

         do amor e sentimento!

 

In this ambiguity of thought;

that cold dawn,

that undoes, so subtle, fleeting...

The emotion awakens, loose in a melody;(or loose a melody)...

And by miracle it gives birth to the moment,

that makes me hope in my belief

         of love and feeling!

Rosamar  Freedom

 

 

 

 

  

publicado por lybelinha às 16:55

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Realidade tão invisível, ...

. Egoísta, talvez não - Sel...

. Poesia e "nonsense" - Poe...

. O equilíbrio do significa...

. Out of time ( to fill the...

. Nunca me disseram ( palav...

. À roda de tudo ( o meu po...

. Expressões (indiscretas) ...

. Tudo está por dizer (real...

. Tão breve - So brief

.arquivos

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Janela da imaginação - es...

. A criatividade do sonh...

blogs SAPO

.subscrever feeds