Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Leitor desconhecido ou imaginado ( Motivos para o escrever ) - Post de Setembro de 2010

Unknown reader or imagined ( motives for writing )

   Ora a literatura, a poesia não são em teoria vistas como uma utilidade para servir interesses específicos de quem as consome; são apresentadas como sendo uma inutilidade intelectual ( penso ser esta a definição mais consistente, mas não é definitiva ), uma vez que se dirige ao intelecto. Devido a isso achei que a inteligência de criar os interesses, a utilidade deveria ser uma tarefa de cada um. E porque não no interesse de enriquecer e equilibrar o espiríto. Assim sendo, começar a ver e a utilizar bem a escrita e as artes, a música, como alicerces, instrumentos para aperfeiçoar a consciência e para alcançar a serenidade e equilíbrio espiritual e não por mero passatempo. Para ser implicação, empenho e prazer e dar verdadeiro significado a uma existência que é meramente passageira ( de todos os seres vivos ). Podendo fazer um estudo e aprender a diferenciar o espiríto ( que pode ser educado ) da alma ( que é uma sublimação espontânea ), o coração que sente as emoções e tem sentimentos, a imaginação ( que tem de ser estimulada ) e a inteligência do pensamento.

   *De acordo com a teoria da relatividade nada consegue viajar mais rápido que a luz.

   *According to the theory of relativity nothing can travel faster than light.

  Rosamar  Freedom

  

   Aristóteles não concebe a felicidade como um estado interior e subjectivo, mas como uma actividade de acordo com a nossa natureza.Ora a nossa natureza é tal que precisamos não apenas de sastisfazer as nossas necessidades mais elementares, como a alimentação, a diversão e o conforto mas também as nossas necessidades intelectuais e emocionais. Mas é incompatível com uma vida dedicada apenas a satisfazer as necessidades físicas. por exemplo - não por qualquer moralismo proviciano da parte de Aristóteles, mas apenas porque um ser humano não pode sentir-se plenamente realizado se não realizar o seu potencial enquanto ser humano.

  Excerto de texto do livro " 7 ideias filosóficas que toda a gente deveria saber " Desidério Murcho

    

Translation: Now the literature, the poetry are not in theory seen as an utility  to serve specific interests of one who consume them;are presented as an intelecttual worthlessness ( i think this is the most consistent definition but is not definitive ), since it heads to the intellect. Due to this i thought that the intelligence of create the interests, the utility should be a task of each one. And why not the interest to enrich and balance the spirit.Therefore begin to see and use writing, arts, music as foundations, tools to improve awareness to achieve the serenity and the balance spiritual and not by mere pastime. To be implication, commitment and pleasure and give true meaning to an existence which is merely a passing ( of all living beings ).Being able make a study and learn to differentiate the spirit ( can be educated ), a alma ( which is a spontaneous sublimation ), the heart that feels emotions and feelings, the imagination ( it has to be stimulated ) and the intelligence of thinking.

           Rosamar  Freedom

 

Translation: Aristóteles does not conceive happiness as an inner state and subjective but as an activity according to our nature.Now our nature is such that we need not only to meet our most basic needs, as alimentation, the diversion and the comfort  but also our intellectual and emotional needs. But is incompatible with a life dedicate only to satisfy the physical needs for example - not by any moralism provincial of part of Aristotle, but only because a human being can not feel fully realized if you do not realize their potential as human beings.

      Text excerpt of the book " 7 philosophical ideias that everyone should know "