Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Deus que me diga ( se for ocasião ) - god that tell me ( if it is occasion )

Mas Deus, que me diga,

a quanto mais, de que maneira

a isto me obriga:

esta minha permanente cegueira...

Não sendo jogo do queira, ou não queira!

 

But god, that tell me,

to much more, in what way

to this obliged me:

this my permanent blindness...

Not being game, like it or not!

===============================

Deus que me diga, mais adiante,

a quanto mais me obriga

este estado impreparado,

este tamanho quebranto;

desta minha alma vergada

pela luz que incendeia,

a noite mais vigilante!

 

God, that tell me, further on,

to much more obliged me

this unprepared state,

this great brokenness;

this my soul veinage

by the light that ignites,

the more vigilant night!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ 

Deus que me diga, não tardiamente,

se de tudo o que nomiei:

haverá devaneio ou quimera,

perfeição, como a primeira

luz de tão doce Primavera;

que seja finalmente

liberdade e redenção!

 

God that tell me, not belatedly,

if all that named:

there will be reverie or chimera,

perfection, as the first

light of so sweet Spring;

that finnaly be

freedom and redemption!

******************************************

  Rosamar  Freedom

 

 

   

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.