Quinta-feira, 27 de Junho de 2013

Processo criativo ( o vai e vem da inspiração ou uma folha em branco )

Enquanto olhava o mar de imensidão!

Calei todos os desencontros

que incidiam nos dias vãos, de tristeza!

Enquanto ouvia o som da sua voz,

em rangidos temidos e esplenderosos.

 

Hó o mar, que me seduz, divino.

como o calor do sol revelador!

Insinuando rituais em namoro com a lua.

Que se acende em encantamento abrasador!

E quebra tantos segredos perdidos.

 

Não sei de criação que se não movimente 

em operações de constante mudança!

O acto criativo reclamou seu motivo, sua andança...

Que talvez em sua constante inconstância

se faça e desfaça, para que se reinvente!

 

Mas sempre que olhava o mar,

Em suas ondas e espuma branquinha...

Em sua rebeldia de tamanha inquietude de amar

Cedia-me certa calmaria de inspiração tamanha!

Em suas sinuosas curvas feitas ondas em rodopios que se adivinham.

 

Processo criativo, doloroso, atroz!

Por vez primeira o toquei, soltando-o fugaz...

Nas suas incertezas, dúvidas, a desatar nós!

A sua auscultação urgente por se dissimular assim incapaz!

Eis sua revelação repartida em sua luz que se dissemina.

 

Mas enquanto olhava o mar, não sentia o silêncio!

Clareava a noite iluminada pelo brilho da lua

A perssentir o balanço que embalava o infinito...

Enquanto a noite se fixava no olhar profundo e intenso!

E nesse vai e vem difícil que é inspiração que se depura.

 

O mar já continha vagas e vagas de inspiração...

Apenas de sua supeficie que escondia de verdade,

gravuras e gravuras de vida em pulsação!

Se revelava em seu majestoso mistério

em vagas que libertam força e liberdade!

 

O mar cabe todo na imaginação dos poetas,,,

Tem todas as cores do céu em suas paletas!

Mergulhas na sua força como o vento em seu lamento.

Como a chuva, o granizo e a geada pela manhã.

Em resposta à melancolia que rejeito porque imagino, invento!

 

Rosamar  Freedom 

 

 

 

 

   

publicado por lybelinha às 00:27

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Literacia do coração - He...

. Mil poemas de solidão ( A...

. Eloquente ( ou o sentimen...

. A música da alma ( Que fa...

. Criação generosa : Do abs...

. Contemporâneo ( Revelação...

. Paisagem quase rural - Al...

. Escrever o mundo (à "dist...

. Tudo o que me comove - Ev...

. A aprendizagem natural - ...

.arquivos

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Janela da imaginação - es...

. A criatividade do sonh...

blogs SAPO

.subscrever feeds