Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

O meu olhar na paisagem ( substância visível e consistente )

                               Ténue intercepção da realidade                       

 

Na branca e plástica janela extinguidas, deslavadas 

 e marcantes gotas de água antevêem seu rasto

que em dias de chuva se silenciam no tempo já gasto

equilibrando os dias nas noites presas de luar em brilho cinzento!

Num ritmo que se encanta numa tarde esboçada em linhas marcadas,

que se sossegam na fuga imprevista do sopro do vento!

                                                                                                         

Nesse entendimento perfeito, secreto e silencioso

observo a presença das casas, janelas, telhados e chaminés

em mútuo e cordial espaço que se eleva da castanha terra

até ao céu azul da estratosfera tocando os ramos das árvores de viés!

Enquanto o sol desce o horizonte claro e luminoso,

numa séria convenção entre mistério e beleza da natureza que se revela!

                                                                                                           

Cai a noite, eis a visão mística da realidade...

Na outra metade do ciclo inteiro do tempo imparável,

que se materializa nas sombras da escuridão que se movimentam...

A pulsação do coração da terra aumenta intensidade,

de forma a coexistir em outro ritmo sombrio e insondável!

Todo o firmamento a se misturar com os seres atraídos à gravidade do chão!

                                                                                                                               

Uma noite quieta de mil silêncios e ruídos...

Destituída de luz solar, a aragem é leve 

e insinua uma frescura suave e macia como lustro

como se preparasse todos os seus sonhos perdidos 

numa outra inspiração sob o olhar da lua, intenso e breve.

Em seu quarto crescente, a lua espreita sobre telhas de casas bege sujo!

 

                                   Rosamar  Freedom