Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Ambiguidade em função metalinguistica

Porque é que escrevo? Porque amo as palavras e a sua inteligibilidade.

 

    A Poesia como criadora de múltiplos sentidos e geradora de ténues e imprecisas realidades. Se dá a esse campo da imaginação, que contém o jogo do acaso e do inefável instante, dos devaneios e dos pressupostos paradigmas que criam mundos na casa maravilhosa da utopia! Ela, a poesia é a mesma que interage com a necessidade de reconstruir a sua realidade para lhe conceder o sentido que carece quase sempre da verdadeira realidade.

   Não requerendo estigmatizar injustamente a Poesia como lugar de ambiguidade sem o carisma do primordial sentido, ela só existe completamente dentro dessas duas vertentes, em oposição, avesso e utopia. Devido a isso é uma constante luta, em sistemático diálogo, em que existe a necessidade de se explicar e não se perder no labirinto indefenido das emoções e dos sentimentos, que se perdem tantas vezes no vale infinito da incompreensão!     

 

Avesso: realidade

Utopia: direito

Rosamar  Freedom

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.