Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Auto biografia poético-literária

    Por ser o mote do meu blog, e que só eu mesma o poderia escrever, tentarei falar um pouco sobre a sua raiz e a sua consistência.

     Uma auto biografia poético - literária para mim é como um bilhete de identidade da alma que ao longo da vida se mantém obscura e esquecida, quase vivendo num anonimato. Faz parte intrínseca do meu ser, mas jaz silenciosa, caprichosamente em seu mundo fechado e misterioso. Enquanto a ignorância da sua existência nada a fará manifestar-se, e quase sempre o faz devido a acontecimentos dolorosos, que acontencem inesperadamente nas nossas vidas.Quando se lêem os ditames de grandes pensadores, fica-se com a quase certeza de que a alma só se conhece ou desabrocha com o sofrimento atroz. É um pouco verdade, mas não o é totalmente, não concordo já que só o sofrimento faz com que tenhamos uma vontade de ter um encontro com a alma, pois encontrei essa necessidade devido a um sentimento de incompletude. O meu ser se sente incompleto, como uma elíptica que se forma na superficie da água sempre que se atira para lá um pedrinha ou outro objecto. No mundo imenso e desconhecido o meu ser se sente um pouco mais preenchido, quando se entende com a sua alma!

     Devido a isso uma auto biografia poético - literária, só poderá ser uma longa aventura em que a alma se descobre a si própria sem medo e com uma coragem real e verdadeira. Também não se pode pensar que esse é um caminho traçado e pensado, com se fosse uma fotocópia do ser, em que cada superfície se encaixa de forma segura e definitiva.  É um longo caminho de difícil acesso e muito ambíguo, mas não é impossível, nem é considerado uma quimera, é possível, mas muito trabalhoso e árduo. Mas tudo isto deixa de existir ou ter qualquer importância se não considerarmos uma ponte de interligação com os outros, mas não de forma superficial, não, de maneira fraterna, um modo de chegar aos outros.                    Rosamar  Freedom