Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alma rimada

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Alma rimada

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Como se faz um poema? - How to make a poem?

Versos livres - Free verses

26.04.24, lybelinha

Nunca me ensinaram como se escreve um poema,

só por o discorrer do pensamento ele aparece, não esmorece;

e o seu modo, movimento, momento entra em cena:

 

Inebria sem se descuidar no tempo que brilha;

e só demora no intervalo do tempo feito instante um segundo...

Nunca se repete na emoção que toca sempre o futuro!

 

Um poema é a luz do invisível, que não se desfaz

e entende o tempo para o traduzir em tudo o que o refaz.

É o alento de todos os sonhos, que fermentam a felicidade!

 

Enforma a ideia que as lembranças são como alianças,

que se juntam em todos os rumos que não são destinos:

que se entrelaçam para dar lugar no coração a todas as esperanças!

 

A beleza entende-se sem palavras ( inefável ),

mas as letras usam-se para inventar na imaginação

o que a beleza te faz pensar, se com ela te deparas...

 

Assim nasce mais um poema que dá voltas e mais voltas,

sem se acabar pela emoção em roda no silêncio certo;

que jaz na volúpia e doçura do momento que transparece no verso já emerso:

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

I was never taught how to write a poem,

only in the course of the thought does it appear, it does not fade away

and its way, movement, moment enters the scene:

«««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««« 

   Rosamar  Freedom  

Sol (com vergonha) e a noite fulgurante - Shameful sun and the dazzling night

A antecedência do sol ( de Primavera ) - The anticipation of the spring sun

11.04.24, lybelinha

      "Abril" - "April"

Antes do vislumbre do meu olhar se tocar no horizonte,

pelo acontecer do nascer do sol , já tão esperado;

o seu anteceder transparece aos poucos nos arrabaldes do monte ao longe...

 

E lá apareceu na janela na transparência do meu olhar atento:

eis todo o seu esplendor inebriante iluminando o campo adiante,

no calendário de Abril o sol anuncia a Primavera nesta hora de manhã ainda cedo!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Translation:

Before the glimpse of my gaze touches the horizon,

for the sunrise, already long awaited;

its anticipation gradually appears on the outskirts of the mountain in the distance...

 

And there it appeared in the window in the transparency of my attentive gaze:

behold all its heady splendor illuminating the field ahead,

in the April calendar, the sun announces Spring at this time of morning still early!

 

                Em Abril enquanto a noite cai - In April as the night falls

A noite reclama sempre o seu lugar devido:

vai anoitecendo, vai escurecendo, mas não parece ter esquecido,

que o tempo se reparte numa divisão generosa!

 

A noite é como um sossego que vai desassossegando, não errante;

é como um silêncio prometido do pensamento, 

que ganha alento e som para escutar todos os sonhos na madrugada fulgurante!

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

     Rosamar   Freedom