Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alma rimada

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Alma rimada

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Sol ( com vergonha ) e a noite fulgurante - Shameful sun and the dazzling night

Poema continuando - mediante inspiração - Continuing poem ( by inspiration )

26.03.24, lybelinha

        Tercetos - Tercets

O sol em sumiço nesta manhã chuvosa...

Ensejo que embala, que inspira à nostalgia,

enquanto o ritmo da chuva caindo mais um verso me dizia!

....................................................................................................

The disappearing sun on this rainy morning...

An opportunity that cradles, that inspires nostalgia,

while the rhythm of the rain falling another verse told me!

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

As gotas da chuva tão transparentes,

me prendem o olhar a escrever:

tão indeciso ( criativo ) mais uns pensamentos intermitentes!

..........................................................................................

The raindrops so transparent,

they catch my eye while writing:

so indecisive ( creative ) more inttermitent thoughts!

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Somente a luz tão, tão baça contrasta sem querer,

com os chuviscos tão lavados e brilhantes, que se dissipam

aos poucos e esperam que a luz do sol torne a irromper!

.....................................................................................................

Only the light so, so spleen contrasts without meaning to,

with the drizzle so washed and shiny that dissipate 

little by little and wait for the sunlight to shine again!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

    Rosamar  Freedom 

Sol ( com vergonha ) e a noite fulgurante - Shameful sun and the dazzling night

Poema continuando ( mediante inspiração ) - Continuing poem( by inspiration )

16.03.24, lybelinha

      Tercetos - Tercets

Mais uma manhã para entender os movimentos inspirativos,

como uma particular ordem de rimas volúveis;

os pormenores sem serem menores de uma paz fiel nos Domingos!

 

Se o som se dá ao sussurro do ar tão leve?

Em que o branco claro do ambiente,

deixa perpassar a luz radiante sem ser como de costume tão breve!

 

A leve passagem do sol significa a candura da natureza;

que tanto é ignorada com vaga aspereza,

mas eu descubro no poema todos os seus lugares escondidos e fortuitos!

 

A mimese não passa de uma longa simulação,

através do enamoramento do olhar curioso, caridoso...

Que dá importância, relevância ao decorrer da poética da indefinição.  

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

     Rosamar  Freedom