Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

30.03.21

Monet

O breu se dilui em cor e luz - The blackness is diluted in light and color


lybelinha

O artista tão bem que dialoga,

no que faz no seu desembaraço !

Outros por ele se elevam em fascinação...

Mas do vigor de seu talento não escasso;

tem ele próprio sua perfeita explicação?

----------------------------------------------------------------

 

    Rosamar  Freedom

30.03.21

Da poesia - From poetry

O vale do sonho - Ruindo, sacudindo, infindo - The dream valley - Crambling, shaking, endless


lybelinha

Se a tinta que inscreve a palavra,

só a traduzir o segredo fiel, indelével

do que se escolhe para ser;

continuada expressão que a rima não trava

o desejo de ingresso no melhor mundo possível:

sempre a tentar a ressoar, a recordar, a pertencer, a renascer

       e num eclipse da lua perecer....

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

In the ink that inscribes the word,

just to translate the faithful indelible secret

that one chooses to be continued expression does not lock the rhyme

the desire to enter the best possible world:

always trying to resonate to remember, to belong to be reborn

     and in an eclipse of the moon perish...  

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

       Rosamar  Freedom     

13.03.21

Da poesia - From poetry

O vale do sonho - Ruindo, sacudindo, infindo - The dream valley, crumbling, shaking, endless


lybelinha

Crédito implícito de todo desassossego;

de tanto e vasto, que sacode caótico?

Que luta por simulação em regresso,

a refulgir, brilhante, hipnótico!

Da criação da inspiração do vale do sonho...

ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº

Credit implicit all unrest;

of so much and vast that shakes chaotic?

Fighiting for simulation in return,

sparkling, brillant, hypnotic!

Of the creation of the inspiration of dream valley...

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

     Rosamar  Freedom           

 

06.03.21

Da poesia - From poetry

O vale do sonho, ruindo, sacudindo, infindo - The dream valley, crumbling, shaking, endless,


lybelinha

Saudoso e formoso ideal de virtude,

não se completa rigoroso;

singular unidade diversa 

rimando em dom, tom majestoso:

a poética da alma em sua profecia,

inventora perpétua, perfeita da sua completude!

--------------------------------------------------------------------------------

Homesick and beautiful ideal of virtue,

it is not complete rigorous,

singular diverse unit

rhyming a gift, majestic tone:

the poetics of the soul in its prophecy,

 perpetual inventor, perfect of its completeness!

--------------------------------------------------------------------------------

      Rosamar  Freedom