Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Só isso - Only that

De novo o meu olhar que se divide,

por tudo o que sabe, sem saber:

que na grandeza da alma,

que esta nunca finge!

Vê para além do real a se desvanecer,

que cada momento irrepetível é invisível...

 

Again my looking split,

for all you know, not knowing:

that in the greatness of the soul,

that this one never pretends!

See beyond the real to fade,

that each unrepeatable moment is invisible...

 

Tudo me ensina de tão pouco,

que tem para me dar:

o tempo a trespassar tão sôfrego,

passa em nada para o ter um instante a parar;

mas nele entretenho a minha vontade

para lhe doar toda a riqueza

à sua condição voraz tão fraca de pobreza!

 

Everything teaches me so little,

Than it has to give me:

time to trespassing so avidly,

passes in nothing to have you a moment to stop;

but in him i entertain my will

to give him my wealth

to its voracious condition so weak of poverty!

     Rosamar  Freedom 

 

 

 

Mentira (tão sozinha chora baixinho) - Lie ( so lonely she cries softly )

Não me justifica poetizar,

por todos os desejos quebrados

que sem parar ;

magoam já combinados

com uma voz triste

ao saber que fugiste!

 

Se soubesses como na minha linha

as lágrimas inseguras:

caem para se perder

no chão frio sem doer!

Não sou quem procuras?

Já não sei dizer e sigo

a imaginar coisas futuras...

 

Se uma frase é tão clara,

na outra maneira de amar:

que me assegura felicidade cara;

este modo de ser num gesto a recusar

tudo o que o meu coração faminto quer

        e chora já baixinho

_______________________________________________

Does not justify me poeticize,

for all the broken desires

that without stopping;

they hurt already combined

with a sad voice

to know that you run away!

 

If you kew how in my line

my insecure tears:

fall to get lost

on the cold floor without hurting!

I`m not who you looking for?

I can not say and i follow

to imagine things to come...

 

If one phrase is so clear,

in the other way of loving:

that assures me the desired happiness;

this way of being in a gesture to refuse

everything that my heart wants

       and she cries already softly

_______________________________________

       Rosamar  Freedom