Terça-feira, 29 de Maio de 2018

Inútil eloquência? - Useless eloquence?

As palavras - O elo do pensamento? - The words - The link of thought?

                   Elocução - Elocution

Gosto das palavras

em todos os seus caminhos,

que se tornam infinitos:

em tantos destinos

são corriqueiras, preparadas, raras!

 

I like the words

in all your ways,

which become infinite:

in so many destinations

are ordinary, prepare, rare!

 

Não as subestimo sempre;

nem as elevo sempre que quero,

para mim são passado e presente na razão

para tanta coisa que venero.

São melhor forma de expressão,

mas não tudo o que espero!

 

I do not always underestimate them;

or raise them whenever i want,

for they are past and present in reason

for so much i worship.

They are the best form of expression,

but not everything i expect!

 

São como um sorriso e alegria,

não se gastam nunca pela emoção

de não estragar toda a fantasia;

elaboram os motivos, fascinação;

são o reverso para a decepção, a monotonia...

A edificar tudo o que viaja numa solidão! 

 

They are like a smile and joy,

never spend themselves for the thrill

of not ruining the whole fantasy;

are the reverse for deception, monotony...

To edify everything that travels in a solitude!

 

Estão gastas por derrubar tantos muros;

de completar acordos de paz e de guerra.

São combinação para todos os futuros;

recuos e avanços para impasses e esperas!

São decisões, dúvidas e interrogações

libertam certezas nas indecisões

 

They are exhausted by breaking down walls;

completing peace and war agreements.

Are combinations for all future;

retreats and advences to impasses and waits!

are decisions, doubts and questions

release certainties in indecisions

 

As palavras que me penetram

no pensamento mais intimo e secreto,

que não me gastam o sonho

para o melhorar em tudo o que imaginam...

São uma porta sempre aberta no incerto

na vida que suponho, não perniciosa, apenas episódio mundano

que imagino para mudar o quotidiano

sempre sistemático, mudo, tristonho!  

 

The words that penetrate me

in the most intimate and secret thought,

they do not spend me the dream

to make it better in everything you imagine...

They are a door always open in the uncertain

in the life i suppose, not pernicious, only mundane episode

that i imagine to change in the quotidian

always systematic, sad mute! 

 Rosamar  Freedom

 

 

 

 

  

publicado por lybelinha às 12:27

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Confusão, ilusão e expressão - Confusion, illusion and expression

O extra-musical do sonho - The extra-musical of dream

 

Reanimo os meus sonhos vividos:

no vale dos pensamentos;

que me exaltam um mar de paixão

em tantas imagens os meus olhos divididos,

na soma de instantes, doces momentos...

Assumem-se nas palavras deixam feliz o coração!

 

I revive my lived dreams:

in the valley of thoughts;

that exalts me a sea of passion

in so many images my eyes divided, 

in the sum of instants, sweet moments...

Assumed in the words make the heart happy!

 

Mas tudo se confunde é ilusão

numa simulação de incerta liberdade,

que me traz tanta esperança.

Enquanto tudo se transforma em emoção

em seu ritmo e realidade...

Que determina a inspiração como uma bonança!

 

But enverything is confused is illusion

in a simulation of uncertain freedom,

which brings me so much hope.

While everything turns to emotion 

in its rhythm and reality...

That determines inspiration as a bonanza!

 

     Rosamar  Freedom

 

 

publicado por lybelinha às 11:36

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Maio de 2018

Egoísta, talvez não - Selfish, maybe not

Esta felicidade: A ideia é mais forte em mim  - This happiness: The idea is stronger in me 

Palavras podem-se transformar em pó na caminhada vã;

mas sem elas nem um verso no coração?

A minha alma seria tantos versos em branco, em nada!

Ser artista é pensar no mundo como expressão,

na incerteza de o idealizar num novo amanhã...

 

Words can turn into dust on the empty walk;

but without them nor a verse in my heart?

My soul would be so many blank verses, in nothing!

To be an artist is to think of the world as an expression,

of the uncertainty of idealizing it in a new tomorrow...

 

Artista por não se entender que se esconde;

é figura tão secundária

para misturar no seu sonho de verdade:

todas as suas aspirações sem ter nome,

só com uma "exigência de liberdade"

 

Artist for not understanding himself is hiding;

it is such a secondary figure

to mixture in your true dream:

all yours aspirations without having a name,

merely with a "requirement of freedom"

 

O tempo o acolhe para o revelar:

no desejo determinado

nas suas asas que querem voar...

E sem um segundo de esperança, bonança

todo o seu céu se encobria, enublado!

 

Toda a sua aventura:

é um poema simulado

numa felicidade que perdura... 

Que é implícita no seu mundo acordado

na sublime mudança como beijo apaixonado

 

Rosamar  Freedom

 

 

 

 

publicado por lybelinha às 15:05

link do post | comentar | favorito

Música, feita minha - Music, made mine

Invenção natural que me acolhe sincera:

em todos os meus pensamentos,

na edificante, ampliada nostalgia;

que me faz versejar na melhor fantasia

secretamente no súbtil de melhores momentos...

Perspectiva romântica de frágil balanço que se esmera!

 

Natural invention that wellcomes me sincerely:

in all my thoughts,

in uplifting, extended nostalgia;

that makes me rhyme in the best fantasy

secretly in the subtle of the better moments...

Romantic perspective of fragile balance that strives!

    Rosamar  Freedom

 

 

publicado por lybelinha às 14:12

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Maio de 2018

Sonho inventado ( o segredo do sol, da lua e do namorado)

Invented dream ( the secret of the sun, the moon and the boyfriend )

                Projecções - Projections

Serei tudo, todo o teu abrigo;

deixo de viver para continuar

sempre a sonhar

para sentir o devir e o perigo

 

I`ll be your everything,all your shelter;

i stop living

to always dream 

to feel the future and the danger

 

Neste meu pensamento a voar

com o segredo da inspiração;

sem querer deixar o coração

por todo o desejo que não quer acabar.

 

In this thought flying

with the secret of inspiration;

without wanting leave the heart

for all the desire that does not want to end.

 

Fui só sem ninguém,

neste entusiasmo infindo

para tanta emoção que não minto!

E a imaginação a sonhar é meu calor e refém

 

I went alone with no one,

in this inflexible enthusiasm

for so much emotion that i do not lie!

And the imagination dreaming is my heat and hostage

 

Mas não há solidão sem namorados;

e todos os conhecidos, o sol e a lua

não eram segredos, na luta que regula

o sol na noite e a lua diurna nos sonhos revelados...

 

But there is no loneliness without boyfriends;

and all known, the sun and the moon

were no secret, in the fight that regulates

the sun at night and the daytime moon in dreams revealed...

 

E se foi perdendo este meu sonho inacabado

sempre escondendo o namorado principal:

na procura do perfeito carácter, o ideal;

inconstante projecção da aspiração qualitativa do ser

       reflectido no amor apaixonado Inventado

 

And if it was losing this unfinished dream

i always hide the main boyfriend:

in search of the perfect character, the ideal;

inconstant projection of the qualitative aspiration to be

        reflected in passionate love invented

     Rosamar  Freedom

 

  

 

 

 

publicado por lybelinha às 16:06

link do post | comentar | favorito

Acumular experiências intensas (no coração e traição do mistério da vida)

Accumulating intense experiences(in heart and betrayal of the mystery of life)

"Poesias são experiências intensas e misteriosas entre o sonho e a realidade"

"Poetry are intense and mysterious experiences between dream and reality"

 

Essa separação tão dolorosa,

que me traz o requebro da memória;

a vida a sentir como o espinho da rosa,

que permite respirar na dor de saber a glória

de que a intercepção da vida é pura dor e contradição!

 

This separation so painful,

which brings me the quaver memory;

life to feel like the thorn of the rose,

that allows you to breathe in the pain of knowing the glory 

that the interception of life is pure pain and contradiction!

 

Mas intervalos de alegrias e tristezas

recomeçam sempre a liberdade presente,

da curiosidade de tantas experiências ilesas;

que se desvanecem em sonho e verdade

para voltar a querer viver intensamente...

 

But intevals of joys and sorrow

always begin again the present freedom,

of the curiosity of unharmed experiences;

which vanish into dream and truth

to return to want to live intensely...

 

No labirinto da vida tão verdejante e desconhecido

preparo-me tantas vezes para tudo:

o que não tem alma, não tem alma, é só voragem...

Mas, dentro de mim, de novo a coragem

de seguir viagem no meu sonho perdido!

 

In the maze of life so green and unknown

i prepare myself so often for everything:

that has no soul, no soul, is just vorage...

But within me, again the courage

to continue my journey in my lost dream!

 

E se tudo o que sinto tão perfeito no meu coração,

é demasia e sobra tão invisível num doce lamento;

que tem destino trágico sem reconhecimento:

tanto sentimento numa longa "canção de solidão".

Sua música será finalmente intensa duração:

         em seu único momento

 

And if everything that feels so perfect in my heart,

it`s to much and so invisible in a sweet lament;

who has tragic destiny without recognition:

i feel so much in a long "song of solitude".

Your music will finally intense duration:

            in your single moment

    Rosamar  Freedom

 

publicado por lybelinha às 12:48

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Maio de 2018

Epistemologias (da validade do conhecimento)

Epistemologies (of validity of knowledge)

O espelho da mente - The mirror of mind

Quadros imaginativos,

em que dúvida e aquisição

se misturam em pensamentos esquivos;

que na janela do meu olhar e razão

concebo um mundo sempre em construção!

 

Imaginative frames,

in which doubt and acquisition

mingle in elusive thoughts;

that in the window of my gaze and reason

conceive a world always in construction!

 

Eis, que finalmente espreito a medo:

em que a solidão se esvai inquieta

a procurar o mundo lá fora;

para além das memórias da alma que cedo

sonhou para tudo o que a desperta,

em que idealiza na inspiração da fascinação que demora

 

Behold, i at last lurk in fear:

that loneliness will fade restlessly

to seek the outside world;

beyond the memories of the soul that soon

dreamed for everything that awakens it,

in which it idealizes in inspiration of fascination that lingers

 

                Empirismo sensorial - Sensory empiricism 

 

Abro a janela para me aproximar

de um mundo que se estende lá fora, imenso...

na sugestão de sua verdadeira percepção,

sem o distorcer nem o determinar na saudade:

numa utopia da minha imaginação;

mas ser presente a uma realidade 

         na percepção ocular do meu senso.

 

I open the window to approach

a world that lurks outside, immense...

At the suggestion of your true perception,

without distorting it or determining it in longing:

in an utopia of my imagination;

but to be present to a reality

in the ocular perception of my sense.

 

     Rosamar  Freedom

 

         

 

 

 

publicado por lybelinha às 20:44

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A música da alma ( Que fa...

. Criação generosa : Do abs...

. Contemporâneo ( Revelação...

. Paisagem quase rural - Al...

. Escrever o mundo (à "dist...

. Tudo o que me comove - Ev...

. A aprendizagem natural - ...

. Segredos da poesia - Sile...

. Segredos da poesia - Sile...

. Regras poéticas ( O prelú...

.arquivos

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Janela da imaginação - es...

. A criatividade do sonh...

blogs SAPO

.subscrever feeds