Quinta-feira, 30 de Novembro de 2017

Na poesia, como na música ( Há sempre a liberdade do ser )

In poetry, as in music ( there is always the freedom of being )

         Generosidade luminosa - Luminous generosity

 

Sempre que as letras

da poesia me acendem,

na volta da inspiração;

sustento na memória razões certas

as palavras sublimam o instante, delicadas emergem...

Uma palavra para fazer nascer uma ideia perfeita!

 

Whenever the lyrics

of poetry light me up,

on the return of inspiration;

i keep in my mind certain reasons

words sublimate the instant, delicate emerge...

A word to make an idea come to perfection!

 

A música que levita sobre as emoções;

relaciona o significado no momento sentido.

E sempre se pode dar às recordações,

que estão guardadas, um outro destino;

uma nostalgia feliz que o tempo aprimora

em que se forma o sonho imaginação que demora...

 

The music which hover on emotions;

relate the mean in the sense.

And one can always give memories,

that are stored, another destiny;

A happy nostalgia that time improves

the dream forms the imagination that lingers... 

 

    Rosamar  Freedom  

 

 

publicado por lybelinha às 12:17

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 29 de Novembro de 2017

O fulgor da audiência ( A ambição de um sonho )

The glow of the audience ( The ambition of a dream )

Por mais que esta direcção

se misture com muitas coisas,

que me seduzem a alma, o coração  

não me recrio sem o meu ritmo lúdico;

que não é simbólico em nenhum público.

 

However much this direction

is mixed with so many things,

that seduce me soul, heart

does not recreat me without my playful rhythm;

that is not symbolic in any public.

 

Espero em apreço do que faço,

para ser todo o meu rigor

para o que os meus pensamentos

não se retraem, é tudo isso

e mais para o que faço e desfaço;

por ser a frutífera cor da alma em seu clamor!

 

I hope in appreciation of what i do,

to be all my rigor

for what my thoughts

do not retract, is all this

and more to what i do and undo;

for being fruitful color of soul in its cry!

 

Particularizar uma vasta audiência

nos seus gostos e ambições:

é simular o desejo do impossível.

Públicos instruídos e interessados na essência

de o que os artistas expressam em suas realizações,

é um sonho utópico para um único espectador tão sensível...

 

Particularize a wide audience

in their tastes and ambitions:

it is simulate the desire of the impossible.

Educated audiences interested in essence

of the artists express in their achievements,

is an utopian dream for such a sesitive viewer...

 

O sucesso pode ser tão efémero, como a inspiração!

Um artista nunca se reconhecerá na sua dependência;

é um eterno percurso com altos e baixos.

O seu âmago fulgurante é a sua continuação,

a sua vontade é a sua digna prevalência!

 

Success can be as ephemeral, as the inspiration!  

An artist will never recognize himself in his dependency;

is an eternal journey with ups and downs.

Its radiant core is its continuation,

its will is its worthy prevalence!

 

    Rosamar  Freedom 

 

 

  

publicado por lybelinha às 18:26

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

Rumo contra a maré - A intensidade do ser - Against the tide - The intensity of being

Partilha de ideias velhas sábias - Sharing wise old ideas

 

Ser, ser é pilar principal

para a primordial aventura;

que incorpora a escola da educação.

Mais o ser subliminal, que nos segreda e murmura...

Mais, acção com coração, aprender a ser, uma decisão!

 

Being, being is the main pillar

for the primordial adventure;

That incorporates the school of education.

Not the subliminal self, that secretes and murmurs us...

But, acion, heart, learn to be, a decision!  

 

Mas, um sonhador de qualidade

é aquele, que se refugia na luz da lua,

no sol, que sobe o céu ao meio-dia;

que se frustra no mundo de desigualdade,

que navega no mar da memória de criança numa falua

a sentir as palavras caídas, que a maré é outra vez vazia.

 

But, a quality dreamer

is one, who takes refuge in the moonlight,

in sun, which rises the sky at noon;

which is frustrated in a world of inequality;

who sails in a "sea of child" in a falua

to feel the fallen words, that the tide is empty again.

 

O sábio que deslumbra todo o desencanto

me ensina na sua tenacidade fina,

que toda a clareza da mente e sua leveza

não se pode desfazer nos ventos sobre as ondas em seu triste canto...

A obscuridade dentro do ser que desafina;

só a combate aquela ilimitada chama chamada permanência 

 

The wise men who dazzles all the disenchantment

teach me in his fine tenacity,

that all the clarity of mind and its lightness

can not undo in the winds on the waves in your sad song...

The obscurity within being that out of tune;

just fight with that unlimited flame called  permanence

 

   Rosamar  Freedom

 

 

    

 

publicado por lybelinha às 16:44

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

The legend of gold (Window`s mood)

Saturation of in the happiest impressions

 

Looking the landscape in my mood faithful

rely on all the thoughts in pleasure again...

Reflexions in the beauty grow in my mood

failing hopes in the heart as the same!

Kindness lingers with rain drops in a flower

marvelous connection with transitions in its rich power.

 

Veracity of synchronicity of nature

is never static is slower or faster;

illustration is vain or pure.

Then is a surprise i became his master;

complain with its chaos original...

I can do everything to show the gold of its signal! 

 

I never be far from the pleasure;

of be part of the treasure:

to measure my implicit desire,

in my gaze to admire:

a dream which i can change with my inspiration;

reflected with my window mood, i mingle three plans

                             in happy inclination  

 

My window mood in observation;

i draw slowly my attention...

I choose change the place before;

making choices with the dream i dream more:

Two parts of the profound soul window;

unity of three inclinate plans seduces me so!

 

          The image inside out

"Ab initio" : Contemplation, commotion and clever curiosity 

I`m in front of my words means:

words can be my feelings, hopes and dreams in motion...

My the rectangular perfect window reflecting my soul;

the legend stored of universal thoughts:

The search of happiness lost in confusion,

              can`t be found

Can`t live with no hope, perishable, but visible to my mood fly!

An inclinate plan join a roof house, a tree, the sky

          and keep hiding the real ground

 

***...A arte serviu sempre aos homens para que possam fixar sensações agradáveis ou interessantes ao seu espírito, ou sejam revelações das mais subtis momentos do subconscientes que exaltam em nós o sentimento da vida,...Excerto retirado do livro: "Não é artista quem quer" de Raul Lino

Translation:... Art has always served men so that they can fix pleasant or interesting sensations to their spirit or be revelations of the subtlest moments of subconscious that exalt in us the feeling of life,... Excerpt taken from the book:" Is not an artist who wants" By Raul Lino       

Rosamar  Freedom

publicado por lybelinha às 14:41

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017

Coração partido ( Balada final ) - Broken heart ( Final ballad )

   Não mais "blues" - No more blues

 

Tanto sentimento, que me seduz;

pela tarde dos devaneios tão perdidos,

que são sinais e receios

por o amor ser a minha luz!

Só nessa manhã acordei-o?

O meu coração que sonha pelos dias adormecidos...

 

Numa visitação de todos os sentidos,

que se acostumam em segredo:

pelo romantismo tão sentimental;

Agora que vejo o medo do seu final

de tantos momentos vividos,

em que, para todos os desejos era cedo!

 

So much feeling that seduces me;

in the afternoon of so lost daydreams,

which are signals and fears

for love be my light!

Only this morning i woke him up?

My heart that dreams for days asleep...

 

In a visitation of all the senses,

who become accustomed in secret:

by the sentimental romanticism;

now that i see the fear of its end 

of so many moments lived,

in which, for all wishes was early!  

 

Talvez não seja tarde para voltar,

para escutar o meu jeito de sonhar

com o pulsar da minha imaginação.

O fascínio, que segreda a minha emoção;

em todas as baladas que são balanço real

para o meu coração partido sarar todo o mal!

 

Maybe it is not too late to go back,

to listen to my way of dreaming

with the pulse of my imagination.

The fascination, that secretes my emotion;

in all the ballads that are real balance

to my broken heart heal all the evil!

 

   Rosamar  Freedom

 

 

publicado por lybelinha às 15:41

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Literacia do coração - He...

. Mil poemas de solidão ( A...

. Eloquente ( ou o sentimen...

. A música da alma ( Que fa...

. Criação generosa : Do abs...

. Contemporâneo ( Revelação...

. Paisagem quase rural - Al...

. Escrever o mundo (à "dist...

. Tudo o que me comove - Ev...

. A aprendizagem natural - ...

.arquivos

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Janela da imaginação - es...

. A criatividade do sonh...

blogs SAPO

.subscrever feeds