Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Coração na obscuridade - Heart in obscurity

É uma questão de paz e vontade;

ou de guerra tão inútil...

Finalmente ( nestas linhas ) a libertação do desgosto,

coração na obscuridade.

Desenhado no lado contrário oposto!

As palavras que se vão aos poucos,

tornando tão volúveis e úteis;

são trazidas à razão como lampejos,

da claridade devotas!

«««««««««««««««««««««««««««««««««««

It is a question of peace and will

or useless war...

Finnaly ( in this lines ) the release heartbreak

heart in obscurity.

Drawn in the contrary side opposite!

The words which are gradually,

becoming so fickle as useful;

they are brought to mind as flashings,

the devout clarity!

-------------------------------------------------------

  Rosamar  Freedom   

No melhor desvio ( do sonhar ) - the best deviation ( of dreaming )

O que tudo me é devido,

para que possa sossegar

de quando em vez.

Todos os meus sonhos, no melhor desvio,

da minha solidão, que só quer voar...

Saber que queria tocá-los, vivê-los, perdê-los,

admirá-los e adequá-los, como lês!

 

Na perdição da estação dos sonhos;

simulo, seduzo, imagino:

com toda a ficção, que afino,

que são os meus desejos

pelo desenhar encantado

     dos meus olhos!

-----------------------------------------------

Escondidos, os meus sonhos,

para sempre recreá-los,

para que escrever

seja como vivê-los e prepará-los

para que os possa saber;

no mistério de vã felicidade!

**************************************

What it all me is due,

so i can settle down

every now and then.

All my dreams, in best desviation,

of my solitude, that only wants to fly...

i wanted to know touch them, live them, lose them,

admire them or adjust them as you read!

 

In perdition of dreams station;

simulated, seduce, imagine:

with all fiction, that i attune

which are my desires

around the enchanted draw

    from my eyes!

 

Hidden, my dreams,

forever recreate them,

so that writing

is how to live them and prepare them

so you can know;

in mystery of vain felicity!

********************************************

   Rosamar  Freedom