Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Sensação da espécie artistíca - Sense of artistic species

Indiferênça - em reverso de implícito agrado

Indifference - reverse implicit liking

 

Naquele dia funesto,

em que pensei:

que o dia despontava...

Senti o meu coração arrebatado;

e acordei!

 

Para ver tudo, finalmente

com a minha estesia,

perturbante, premente.

Reparti com cuidado, o que eu queria

em devoção ao meu ser, não indiferente!

*******************************************************

That day grievous,

when i thought:

that the day dawning...

I felt my heart enraptured;

and awoke!

 

To see everything, finally

with my esthesia,

disturbing, pressing.

Divide carefully, what i want

in devotion to my being, not indifferent!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

Só por sentir demasiado,

pelo exagero do puro êxtase!

Esta minha alma se alimenta.

Sua moradia, real amparo 

reside na pura estese. ( sensibilidade excessiva e dolorosa )

 

O "sentimento do belo",

na elevação da puridade

do meu ser ingénuo, sem prisões ( ao nascer ),

mas dotado de plena sensibilidade:

disposto a recolher imensas sensações

               de implícito agrado!

***************************************************************

Merely to feel to much,

by pure ecstasy exaggeration!

This my soul it feeds.

Your house, real shelter 

lies in pure esthesia!

.............................................................

The" feeling of beauty ",

In elevation of purity

of my being naive, without prisons ( to birth ),

but gifted with full sensitivity:

willing to feel many sensations

           of implicit liking!

**************************************************

  Rosamar  Freedom

 

 

 

  

Trajecto poético ( impossível )? - ou da percepção dos sonhos -

Poetic trajectory ( impossible )? - or of the perception of dreams -

 

Aquele que eu encontrei,

sem saber, que desejei!

Que andou de mão em mão ( como a voar )...

Estremeceu, este meu coração:

nessa revelação de um longo

           desarmante desencontro.

 

Poeta, forasteiro, empenho

no mesmo lugar, de aventureiro...

Reconheço tudo o que vai

lentamente perpassando ( na alma ),

neste meu caro engenho ( poético )!

*******************************************************

That one which i found,

without know, that wished!

Who went hand in hand ( as flying )...

Shuddered this my heart:

in revelation of a long

    disarm disagreement.

 

Poet, outsider, effort 

in same place, of adventurer...

I recognize all that will 

slowly permeating ( in soul ),

in my dear ingenuity ( poetic )!

««««««»»»»»»»»»»»»««««««»»»»»»»

  Rosamar  Freedom

Como sossegar os sonhos

How settle down the dreams

Reflexão dos objectos de fundo ( da água ) e os reflectidos na superficie

Reflection of the objects of the bottom ( of water ) and one`s reflected on surface

Reflexão dos sonhos que trago dentro e os que vou encontrando fora de mim

Reflection of dreams that i bring inside of me and i`m finding out of me

 

Olho para conseguir pistas importantes,

pelo que se vai reflectindo, devagar.

Escolho um riacho, que sonante...

Desvia a atenção, mas divergindo

a sua direcção, guia-me o olhar;

pelo o esplendor da luz reflectida!

................................................................

I look to get important clues,

by that whether to going reflecting, slowly.

Choose a creek, that voiced...

Diverts attention, but diverge

its direction, guides me the look;

by the splendor of the reflected light!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Como nos sonhos por realizar:

a sua reflexão é tão definida,

como distorcida e difusa, em ebulição;

tal e qual se pode disfrutar

ao olhar as formas reflectidas

nas superficies em sossego ou agitação!

............................................................................

How the dreams unfullfilled:

his reflection is so defines,

as distorted and diffuse, in bumping;

just like you can enjoy

to the look the reflected shapes 

on surfaces in agitation or quietness!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

A circunstância mais ideal,

para ter um vislumbre:

de êxtase, mas em lume

de calmaria divinal

de todos os sonhos!

 

The most ideal circumstance,

to catch the glimpse:

of rapture, but in fire

of divine lull

of all dreams!

...................................................................

Como um pintor, que transmite

o âmago da sua arte,

pelos jogos de luz

em tantas variantes, sem limites...

Sabe quais as condições idilícas! ( para ver o sonho em perfeito ponto de vista)

 

As a painter, which transmits

the very core of his art,

by the games of light

in many variants, without limits...

Know which are the idilic conditions!( to see dream in perfect view )

 

....................................................~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

  Rosamar  Freedom

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como sossegar os sonhos

How settle down the dreams

Reflexão dos objectos de fundo ( da água ) e os reflectidos na superficie

Reflexão dos sonhos que trago dentro e os que vou encontrando fora de mim

Reflection of the objects of the bottom ( of water ) and one`s reflected on surface 

Reflection of dreams that i bring inside of me and i`m finding out of me

 

Agora, sem querer, existe:

uma névoa no meu olhar,

que reflecte, e persiste

como uma tristeza,

para me calar!

 

Todos os sonhos;

na minha memória,

que são meras recordações

da alma em glória.

Mas, meus olhos tristonhos,

libertam-se, enfim, de prisões!

...........................................................................

Now, without wanting, exist:

a haze in my eyes,

which reflects, and persists

as a sadness,

to silence me!

 

All the dreams;

in my memory,

those are mere souvenirs

of the soul in glory.

But, my sorrowful eyes,

free themselves ultimately of prisons!  

*********************************************************

Para libertar os meus sonhos,

para lhes dar nitidez, movimento lento...

Tenho de lhes dar quietude.

São como água turbulenta,

que se agita com as corrente e o vento;

em caótica sinuosidade!

................................................................................

To release my dreams,

to give them clarity, slow motion...

I`ve to give them quietude.

They are as turbulent water,

which is stirred with the currents and the wind;

in chaotic sinuosity!

^^^^^^^^^^^^^^^^^~~~~~~~~~~~~~~~~~~~^^^^^^^^^^^^^^^^

   Rosamar  Freedom 

 

    

A metade de tudo ( fragilidades e imprecisões )

The half of everything ( fragilities and inaccuracies )

 

No pudor de tudo o que é por

            metade, para ser mais:

reside sem limites no irreal por existir.

O presente de sentir no imediato;

          o coração e os seus sinais!

.............................................................

In delicacy of all what is by

                   half, to be more:

lies without limits in the unreal to exist.

the present of feel the immediate;

           the heart and its signals!

«««««««««««»»»»»»»»»»»»»»««««««««««»»»»»»

Antes de acontecer, o acaso da surpresa,

     vou sentindo o que me anima:

     em sua vez a leveza do desejo,

para esperar o que seja que

    finalmente se defina!

........................................................................

Before happen, the chance of surprise,

     i will feel what inspires me:

    in its turn the lightness of desire,

to wait for it to be

   finally defines itself!  

*********************************************************

Por serem os sonhos,

de contornos pouco definidos...

Estando tão ligados, por isso

à qualidade dos sentimentos,

que assim se constroem, como permisso:

num "lugar" de liberdade em doces momentos!

...............................................................................

By being dreams,

of  poorly defined contours...

Being so linked, by that

to the quality of feelings,

are constructed so that, as permission:

in a "place" of freedom in sweet moments!

««««««««««««««»»»»»»»»»»»««««««««««»»»»»»»

  Rosamar  Freedom

 

 

     

           

A metade de tudo ( fragilidades e imprecisões )

The half of everything ( fragilities and inaccuracies )

 

Sempre pelo desejo original,

pelo esboço indelével;

na fronteira do que é real.

Pela qualidade, como sabor, sabor de mel!

 

Poesia é instante, sem repetição...

É tão, o clamor do sentimento,

um jogo de possibilidades, na criação!

São impressões, de um ante-acontecimento.

««««««««««««««»»»»»»»»»»»»»»»»»»»««««««»»»»»»

Always by original desire,

by indelible outline;

on the border of what`s real.

By quality, as flavor, honey flavor!

 

Poetry is instant, without repetition...

Is so, the clamor of feelings,

a game of possibilities, in creation!

Are impressions, of a preliminary event.

***********************************************************************

É a realidade em estado bruto,

que espera para significar;

num ensejo, que é para se tocar ( implicar-se )

para moldar, construir, existir, ser futuro!

 

Nesta iniciação pelo caro evento,

que é eternamente o mistério...

Tão diverso e abstracto e sério,

que permanece escondido do pensamento. ( para ser invenção pura )

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

It`s reality in the raw state,

waiting to mean;

in an opportunity, that is to touch ( implicate in it )

for shaping it, construct, exist, being future!

 

In that initiation by the valuable event,

which is eternally a mystery...

So diverse and abstract and serious,

that lingers hidden of thinking. ( to be pure invention )

*********************************************************************

A fragilidade de pura liberdade,

não reclama por amarras;

nasce sem permissão, raridade,

espontaneidade, centelha, vulcão e lavas!

 

É latente, por ser como

          o silêncio...

É breve, nada é para relacionar.

Mas tão imenso, imenso!

É o senso para construir e para representar. ( meras possibilidades )

................................................................................................................

The fragility of pure liberty,

don`t reclaim by moorings;

born without permission, rarity,

spontaneity, sparkle, volcano and lavas!

 

It is latent, by be as

    the silence....   

It`s brief, nothing is to relate.

But so immense, immense!

It`s the sense to build and represent. ( mere possibilities )

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

A qualidade do sentimento,

implica-me na condição humana;

desqualificação poética à qual se chama:

desumanização, como acontecimento!

...........................................................................................

The quality of feeling,

implies me in human condition;

poetic disqualification to which calls:

dehumanization, as a happening!  

:::::::::::::::::;;;;;;;;;;;;;;;;;;:::::::::::::::;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  Rosamar  Freedom   

   

 

  

Pág. 2/2