Quinta-feira, 30 de Abril de 2015

A vida na sua essência é: uma oportunidade

Life in its essence is opportunity

 

Dias por inventar ( a vida e o sonho que se escondem )

Days for inventing ( life and dream that hide )

 

Deixo acontecer essa criação,

para a ver e sentir

no meu coração;

de limpido sentimento.

Mistura preciosa, que olho:

como espiral... ( a primeira vez )

De uma bela rosa!

 

A vida que em  "perfeita união"

com o sonho,

tão maravilhosa...

Clara e brilhante, assim

dentro do meu pensamento!

......................................................

Let happen this creation,

to see and feel

inside my heart;

of limpid feeling.

precious blend, that i look:

as spiral... ( first time ) 

of one beautiful rose!

---------------------------------------------

Life that in " perfect union "

with dream,

so marvelous...

Clear and bright like that

inside my thought!

........................................................

  Rosamar  Freedom  

  

publicado por lybelinha às 09:44

link do post | comentar | favorito
Sábado, 25 de Abril de 2015

Se um dia, amor ( avisa-me que eu vou contigo )

If one day, love ( Let me know that i go with you )

 

Avisa-me, amor, porque

eu também quero ir contigo;

viver tudo isto, na bonança

e mais mistérios e truques,

que nasçam com o fogo da mudança!

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Let me know, love, because

i also want go with you;

live all that, in bonanza 

and more mysteries and tricks,

who are born with the fire of change!

***********************************************

Se um dia descobrires, como eu amor...

Que o mar é tão inconstante na cor,

como belo em imagem!

E que a sua ondulação, que é vento;

não é selvagem,

mas uma lógica de movimento.

Avisa-me, amor, para vermos juntos!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

If one day you find out, as i, love...

That the sea is so fickle in colour,

as beautiful in image!

And its ripple, that is wind;

is not savage,

but a logic of movement.

Let me know, my love, for us to see together!

**********************************************************

Se um dia souberes, amor...

Que a beleza genuina se transmite, com nexo

pela regra de ouro,

que diferencia o reflexo

da imagem real,

com dada veracidade;

pois existe num outro extremo

da realidade ( do olhar )!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

If one day you know, love...

That the genuine beauty transmits, with nexus

by the golden rule,

which differentiates the reflection

of the real image,

with given truthfulness;

as there is at the other extreme

of reality ( of the look )! 

*****************************************************

Se te segredar a medo, baixinho,

que o meu coração:

é como a superficie da água ( transparente )

só se enche de cor ( alegria )

num dia de sol do teu calor;

que só reflecte beleza

recebida pelo carinho!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

If thee whisper to fear softly,

that my heart:

is as water surface ( transparent )

only fills with colour ( joy )

in a sunny day of your heat;

that reflects beauty

received for the affection!

.............................................................................

  Rosamar  Freedom

 

 

 

 

Rosamar  Freedom

 

 

 

 

publicado por lybelinha às 16:34

link do post | comentar | favorito

Se um dia, amor ( avisa-me que eu vou contigo )

If one day, love ( let me know that i go with you )

 

Se um dia encontrares

alguém que retrate,

o mundo:

para nascer em ti  certa vontade

para o mudares,

avisa-me, amor...

*******************************************************

If one day you find

someone who portrays,

the world:

to be born in you certain will

for you change it,

let me know, love...

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Se um dia, amor

reclamares,

certo valor

ao significado doado:

à palavra "liberdade"

avisa-me, amor...

******************************************************

If one day, love

you reclaim

certain value

to the meaning gave

to the word "freedom",

let me know, love...

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Se um dia pensares,

que o sentido, é a certeza

de tudo o que vivemos:

está no cumprimento

da distribuição da justeza,

avisa-me, amor...

********************************************************

If one day you think,

that the meaning is the certainty

of everything what we leave:

is in compliance

of the distribuition of adquacy,

let me know, love...

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Se um dia sentires ( mesmo )

que a limpidez;

de um olhar:

é a sua sinceridade,

e o seu dom se revela

como pureza e verdade,

avisa-me, amor...

*******************************************************

If one day you feel ( even )

that the limpidity;

of one look:

is his sincerity,

and his gift reveals itself

as purity and truth,

let me know, love...

_________-----_____________------__________

Se um dia, amor

a chuva molhar o teu rosto,

e tu não sentires frio, mas calor!

É porque te purificou, como o amor;

então, avisa-me amor...

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

If one day, love

the rain wetting your face,

and you don`t feel cold, but heat!

Is because purified you, as love;

then, let me know love...

********************************************************

  Rosamar  Freedom 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rosamar  Freedom

 

      

publicado por lybelinha às 14:09

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 21 de Abril de 2015

Metapoema ( palavras para ilustrar sinuosamente as cores do meu coração )

Metapoem ( words for illustrate sinuously the colours of my heart )

 

Agora que ando em roda das palavras;

para lhes dar sentidos.

Chamo-as para se expressarem;

naqueles momentos preferidos ( perdidos )

mas elas que me fogem...

Ficando,

em lugar incerto, mas guardadas!

...........................................................................

Now that i walk in wheel of words;

to give them meanings.

I call them for express themselves

those favorite moments ( lost )

but  they that escape me...

Staying,

in uncertain place, but  kept!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

Mas o meu coração,

que tinha secreta ambição

da possibilidade

de sua realização;

nestas linhas rectas,

que expressam para ser sonho

no outro lado da realidade!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

But my heart,

that have secret ambition

of the possibility

of its achievement;

in these straight lines, 

which express to be dream

in other side of reality!

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

As palavras em jogo de acaso,

perduram no desejo de sentirem, no avesso:

Devotas da liberdade,

implicam o pensamento, em apreço

e o seu traço, e sem ser fortuitas;

finalmente as reconheço

em " perfeita harmonia" ( lealdade )

com a sinuosidade do meu sentimento!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

The words in chance game,

lasting in desire of feeling, in reverse:

Devot of freedom,

imply my thought, and without be fortuitous;

finally i recognize them 

in " perfect harmony " ( loyalty )

with the sinuosity of my feeling!

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

Só a sua transitoriedade, ( com substância )

se determina comum

com este mundo que

trago dentro desta minha saudade.

Por ser apenas minha,

preciosa e única verdade!

.........................................................................................

Merely his transience, ( with substance )

determining common

with this world which

bring within that my longing.

By be only mine,

precious and unique truth!

.........................................................................................

É que não sabes, vou-te dizer:

que um poema se elabora em movimento...

Com palavras cruas,

ou cheias de emoções, sem se perderem

sentidas mesmo agora

ou recolhidas do esquecimento:

de " um dia feliz " na tua memória,

numa nostalgia que sentes toda a hora!

.............................................................................

Is that not you know, i`ll tell you:

that a poem elaborated itself in movement... 

With crude words,

or full of emotions, without getting lost

felt right now

or collected in oblivion:

of " an happy day " in your memory,

in a nostalgia you feel all the time!

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

  Rosamar  Freedom

 

 

 

 

 

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por lybelinha às 15:22

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Abril de 2015

A vida na sua essência é uma oportunidade

Life in its essence is opportunity

 

Que seu único ensejo ( desejo ) é:

Um dia claro e luminoso,

livre desse embaraço

da nostalgia do

frio impossível do vazio...

que perpétua sempre

um dia baço!

..................................................................

That his only opportunity ( desire ) is:

A clear and bright day

free from embarrassment

of nostalgia of

cold impossible of emptiness...

which linger always

one spleen day!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

  Rosamar  Freedom     

publicado por lybelinha às 16:35

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Abril de 2015

A vida, na sua essência é oportunidade

Life, in its essence is opportunity

 

Dias por inventar ( a vida e o sonho que se escondem )

 

Days for inventing ( life and the dream that hide )

 

Por isso se desenharam, por fim

todos os medos e seus modos;

Mas, por não se desvanecer ( em mim )

essa recriação, que é viagem

da vida com todos

os seus segredos ( por descobrir ):

de novo regressa, no meu coração,

aquela coragem...

**********************************************************************

So it taking shape, finally

all fears and their ways;

But, by not fade ( on me )

this re-creation, which is travel

of life with all

their secrets ( by finding out ):

again come back, in my heart,

that courage...

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨~~~~~~~~~~~~~~~¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨ 

Desejo ténue, mas preciso,

de aproximar

todos os sentidos;

que se aliam com os perigos

dessa realidade, o sonho...

Que em densa mistura, esta ânsia

de um ideal emocional

de modo real,

que vai sentindo, lento

e tocando a substância:

do que perdura,

no irreal do meu pensamento!

***********************************************************

Tenuous desire, but accurate

to approach

all senses

which combine with the dangers

of that reality, the dream...

which in dense blend, this craving

of an emotional ideal 

in real mode,

that goes feeling, slowly

and touch the substance:

that linger,

in "unreal" of my thought!

[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[

  Rosamar  Freedom«««««««««««««««««««««««««««

 

 

 

    

 

 

publicado por lybelinha às 13:08

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Abril de 2015

O beijo da paixão ( Louca ilusão )

The kiss of passion ( Crazy illusion )

 

Eu não sei de mim,

nesta maneira vã,

de me iluminar;

sem me procurar.

Num caminhar que não tem fim!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

I don`t know about me

in this vain way,

to enlighten me;

without seeking me.

In a walk that has no end!

.............................................................. 

É só por um beijo da paixão para dar;

É só por um pouco de calor,

que me acende esta minha alma!

É só um beijo da paixão,

para me encontrar,

que me salva da cruz da dor.

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

Is merely by a kiss of passion to give;

Is merely by a little of heat,

which lighting me this my soul!

Is only a kiss of passion

to find me,

that`s save me of the pain cross.

..........................................................................

Nesta simples e repetida ilusão,

que sempre abraça

o meu faminto coração;

em que dorme nos braços da lua,

e sonha no calor dos raios solares

de todos os céus estelares

em que em segredo sou tua!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;; 

In this simple and repeated illusion,

that always hold

my hungry heart;

sleeping in the arms of the moon,

and dream in the heat of solar rays

of all stellar skies

in which secret i`m yours!

......................................................................

Rosamar Freedom

 

publicado por lybelinha às 15:46

link do post | comentar | favorito

Adeus breve ( ao país dos sentimentos )

Brief goodbye ( to feelings world )

 

Por infinitos instantes deixo devagar,

num sonho interrompido...

Essa vontade "tão habitual" do meu olhar, sempre perdido!

Que era necessidade, como respirar,

que era o meu geito de amar.

--------------------------------------------------------------------------------

By infinit instants i leave slowly,

in a interrupted dream...

That will "so usual" of my look, always lost!

It was necessity, like breathing,

it was my way of loving.

...................................................................................................

Quebrei por infinitos instantes,

as regras do meu coração,

nessa doce devoção

nessa crença das minhas verdades;

e pousei as minhas promessas de antes...

Na aventura de saber de outras liberdades!

--------------------------------------------------------------------------------

I breake by infinit instants,

the roules of my heart,

in that sweet devotion

in that belief of my trues;

and i landed my before promises ...

In the adventure to know about other freedoms!

.........................................................................................

O meu geito de ser tão omisso;

mas que mostrei nos velados, secretos

pensamentos recreados devido e secretamente

embelezados pela misteriosa imaginação,

que é constante e inconstante permisso!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

My way of being so silent;

but which i showed in veiled, secret

thoughts recreate due and secretly

embellished by the mysterious imagination,

which is constant and inconstant permission!

..................................................................................

Uma liberdade estranha me tocou, sem saber

para outra chama de viver!

Num dia que é mais outro,

que não quero igual e perdido,

num dia que se levanta a lutar;

de querer, de se entregar ao desconhecido!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

A strange freedom touch me, without know it

for other flame of living!

In a day which is another one,

that i don`t want similar and lost,

in a day which arises to fighting;

to want, to surrender to the unknown!

........................................................................ 

   Rosamar  Freedom 

 

 

 

 

 

publicado por lybelinha às 14:37

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 8 de Abril de 2015

In my mind ( against loneliness )

I`m dreaming thru the night,

looking at moon...

I`ve been thinking;

it`s not so late

looking at the stars shining, shining,

them tell me, maybe it`s soon

dreaming thru the starry night!

With feelings and joy,

forgetting melancholia

in this misterious dream...

My heart begin beating!

I`ve been thinking:

I`m not the owner of my poor heart...

Someone take my heart, feel breatheless

so softly, so softly...

And feel my life in the hands of goodness!

...................................................................................

  Rosamar  Freedom

 

 

 

publicado por lybelinha às 16:28

link do post | comentar | favorito
Sábado, 4 de Abril de 2015

Primeiridade de sentir - amor como música e encanto na alma -

Firstness of feeling - love as music and enchantment in soul - II

Tem alma, tem música, tem amor,

é sabor...

Se não tem alma, não tem nem 

cor.

A alma das coisas, à flor da pele,

doce como mel...

Apenas vãs e tão maravilhosas,

fugidias sensações;

serpenteiam pelo ser, como

ondulações...

Quero segurá-las, enquanto iluminam, mas

desvanecem...

E as transformo, as moldo, deixam de

ser abstracções;

são poesia em letras de sentimento de

cantado amor!

E leva-me nesse encanto ( alma ), multiforme que

vou traduzindo,

infinito sentimento!

Que é liberdade " à la prima ", espontâneo,

simultâneo.

Imediato acaso de instante e primeiro

momento!

............................................................................   

Got soul, got music, got love,

is flavour...

If doesn`t have soul, doesn`t have nor

colour.

The soul of things, skin flower

sweet as honey...

Merely vain and so marvelous

fleeting sensations:

snaking by my being like

ripples...

I want to hold them, while iluminate, but

fade...

And i transform them, i mold them, cease

to be abstractions;

They are poetry in letters of sentiment of 

sung love!

And take me in that multiform enchantment which

i`ll translating,

endless sentiment!

Which is freedom before, spontaneous,

simultaneous.

Immediate chance of instant and first

moment!  

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

Rosamar  Freedom

publicado por lybelinha às 12:51

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Eloquente ( ou o sentimen...

. A música da alma ( Que fa...

. Criação generosa : Do abs...

. Contemporâneo ( Revelação...

. Paisagem quase rural - Al...

. Escrever o mundo (à "dist...

. Tudo o que me comove - Ev...

. A aprendizagem natural - ...

. Segredos da poesia - Sile...

. Segredos da poesia - Sile...

.arquivos

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Janela da imaginação - es...

. A criatividade do sonh...

blogs SAPO

.subscrever feeds