Sábado, 27 de Setembro de 2014

Poética com sentido - Poetic with sense

Regulado pela joia da motivação,

vai moldando com ideais e imaginação;

a construção de acontecimentos surrealistas!

 

Regulated by the motivation jewel,

going mold it with ideas and imagination;

the construct of surrealistic happenings!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Ambiguidade num firmamento de vagueza...

Vai fazendo a declaração da esperança,

construindo um caminho ilustrando um sentido em incerteza!

 

Ambiguity in a firmament of vagueness...

Will doing the declaration of hope,

building a path illustrating a sense in uncertainty!

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

  Rosamar  Freedom

 

 

publicado por lybelinha às 17:44

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Setembro de 2014

Poética com sentido - poetic with sense

O mundo, plena obra de arte,

a ser projectada em dadas centelhas;

por ser plena alienação com sentido! ( secreta )

 

The world, full work of art,

to be project given flickers;

for to be alienation with sense! ( secret )

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Um determinado caos disposto e maravilhoso,

a ser concretizado em forma criativa

pelo artista e seu olhar assombroso!

 

A determined chaos willing and marvelous,

to be achieved in creative form

by the artist in his amazing look!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

  Rosamar  Freedom

 

   

publicado por lybelinha às 17:37

link do post | comentar | favorito

Eu te amo como... - I love you as...

Eu te amo, como se ouvisse,

o bater do meu coração apaixonado!

Eu te amo, como se a ternura se desenhasse,

mas jamais me peças para aceitar

que o pensamento em ti é lume apagado!

 

I love you as i listen,

the beat of my passionate heart!

I love you as tenderness draw itself!

But never ask me to accept

that the thought in you is extint fire!

---------------------------------------------- 

Eu te amo, como deslize do olhar,

eu te amo, como chuvinha morna;

Eu te amo, como ser alegre para sempre!

Eu te amo, como a vontade de querer voar...

Eu te amo, como o amor deixa a sua semente.

 

I love you, as slip of the look,

i love you, as warm rain;

I love you, as be happy forever!

I love you, as the will of want to fly...

i love you, as love leave his seed.

----------------------------------------------------

  Rosamar  Freedom     

publicado por lybelinha às 05:25

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

Eu te amo como... - I love you as...

Amor, eu te amo, como silêncio na madrugada.

Eu te amo, como desejo perfeito,

como partir em cada chegada.

Como cada regresso ao espelho do ser!

Eu te amo num imenso mar de me perder...

 

Love, i love you, as silence in dawn.

I love you, as perfect desire,

as depart in each arrival.

As each return to be mirror!

I love you as i was in an immense sea to lost myself...

---------------------------------------------------------------

Eu te amo para renascer em cada manhã...

Eu te amo em toda a beleza incógnita!

Eu te amo,, como as lágrimas de alegria.

Eu te amo, como eterna fantasia,

eu te amo, como se a esperança não fosse vã!

 

I love you for reborn in each morning...

I love you in all incognita beauty! 

I love you, as tears of joy.

I love you, as eternal fantasy,

i love you, as hope were not vain!

---------------------------------------------------------

  Rosamar  Freedom

 

publicado por lybelinha às 23:05

link do post | comentar | favorito

Minha alma perdida ( como filigrana em busca de forma coincidente )

My lost soul ( as filigree in search of coinciding shape )

 

Faço declamar o discurso lentamente,

que vai enaltecendo seus caprichos, suas fascinasções...( da alma )

Embevecida em contentamento e todas as paixões !

 

Make declaim the speech slowly,

that going extolling their caprices, their fascinations... ( of soul )

Rapt in contentment and all the passions!

--------------------------------------------------------------------------------------------

Entre o sonho e a razão, livremente...

Insinua-se aparecendo e fingindo em imaginação!

E cativa se enleia, como filigrana, em busca de alguma forma que coincida emergente.

 

Between the dream and the reason, freely...

Insinuates itself appearing and pretending in imagination!

And captive it ensnares, as filigree, in search of any shape that coincides emergent.

---------------------------------------------------------------------------------------------   

Por entre ilusões e fantasias,

minha alma perdida entontece...

E num qualquer entardecer de melancolias,

lembra enternecida alguma doce lembrança que permanece!

 

Among illusions and fantasies,

my lost soul became dizzy...

And in any evening of melancholies,

remember tenderly some sweet souvenir that linger!

-------------------------------------------------------------------

Alma fugidia que vive em tardia saudade,

sem se encontrar, assim sinuosamente...

No seu silêncio e ritmo, assim misteriosamente,

em sua luta árdua, que é peculiar vontade!

 

Elusive soul that lives in belated longing,

without find itself, like this sinuously...

In her silence and rhythm, like this mysteriously,

in her arduous fight, that is peculiar will!

--------------------------------------------------------------

  Rosamar  Freedom 

 

 

 

 

   

publicado por lybelinha às 02:23

link do post | comentar | favorito
Domingo, 21 de Setembro de 2014

Can`t embrace that reality ( But think about to change it )

Run, run from reality,

never be my only solution.( just a good abstraction )

But my dream is in slow motion.( as movie scenes )

Try change just a little what could be...

With stories of feelings and emotions!

Can`t be surely by letters on lines:

________________________________

This basic principle born, some how;

with solutions of hopes, then and now.

Not escape from reality, merely try make it better!

Embrace another shelter...

Make other devices, change the old paths.

Always with many clever senses!

________________________________________

That`s why we can call it  "ideals".

Can`t reach them, (very difficult, not impossible )

but can put me in their directions!

Dreams must be( not always ) in slow motion;

Inside me build a giant and marvelous life,

and dream away now and then...

Begin a serious struggle, side by side,

me and my dreams still remains...

_________________________________________

Can´t conquer with that reality...

But thought in my mind`s world;

Put some good imagination to go on

To change some bad devices in time memory!

Composing another story,

about those times of expectations and glory.

__________________________________________

A simple fact of life sometimes,

come slowly, then we can embrace it.

As we can hold our wildest dreams!

Happiness begin inside our hearts,

for the will to overcome some sad reality.

That can`t  never be embraced!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

   Rosamar  Freedom

 

 

 

       

publicado por lybelinha às 18:33

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

Minha alma perdida ( como filigrana em busca de forma coincidente )

  My lost soul ( as filigree in search of coinciding shape )

 

Em ilógico e constante desencontro...

Num certo desentendimento ténue;

ousado pela triste solidão que defronto!

 

In illogical and constant divergence...

In a certain tenuous disagreement;

daring for sad solitude that i confront!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

  Rosamar  Freedom

 

publicado por lybelinha às 17:05

link do post | comentar | favorito

Minha alma perdida ( como filigrana em busca de forma coincidente )

My lost soul ( as filigree in search of coinciding shape )

 

Na vagueza que a torna perdida,

luta com as incertezas e o medo!

E perde-se nesta noite em tardio desassossego...

 

In vagueness that makes it lost,

fight with the uncertains and the fear!

And lost itself in that night in late disquiet...

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

  Rosamar  Freedom 

 

 

 

publicado por lybelinha às 16:22

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Setembro de 2014

Minha alma perdida ( como filigrana em busca de forma coincidente )

  My lost soul ( as filigree in search of coinciding shape )

 

Descobri todas as razões,

que me fazem sentir;

tamanhas inquietações!

 

A procura desesperada, incerta,

que sacie esta minha alma

de todos os desejos que a desperta.

-------------------------------------------------

I discover all the reasons,

that make me feel;

such restlessness!

 

The desperate search, uncertain,

that indulge this my soul

of all desires that awaken her. 

-------------------------------------------------

Se tão perdida, por tão insatisfeita.

Se a sua maleita

é sua sede de paixão insana!

 

A entrega total de tudo o que admira,

na descoberta de tudo em que acredita

e sem sossegar se redime em tudo o que ama!

------------------------------------------------------

If so lost, for so unsatisfied.

If her malady

is her thirst of insane passion!

 

The total surrender of everything what she admires,

in discover everything what she believes

and without quiet down reedeems herself in everything she loves!

---------------------------------------------------------------------------  

   Rosamar  Freedom

publicado por lybelinha às 22:27

link do post | comentar | favorito
Sábado, 13 de Setembro de 2014

A liberdade ( tem um preço )

Freedom ( has a price )

 

Copiosamente fui surgindo,

do outro lado do meu desejo

que me fascina pela liberdade.

E numa dor fugindo,

só nesta vontade de ti!

 

A medo fui percorrendo esse caminho,

mas me debati ao sentir desmedida certeza.

Do que encontrei em dada estranheza!

Em que juntei um "dia completo em teu destino".

------------------------------------------------------------

Copiously i was emerging,

in the other side of my desire

that fascinate me for the freedom.

And in a pain running

only in this will only thee!

 

I was going throught the fear was traversing this path,

but i struggled to feel unmeasured sure.

Of what i find in certain strangeness!

In what i join a "complete day in your destiny".

------------------------------------------------------------

  Rosamar  Freedom

    

 

   

publicado por lybelinha às 06:07

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Segredos da poesia - Sile...

. Segredos da poesia - Sile...

. Regras poéticas ( O prelú...

. Contemporâneo ( Esquecime...

. Regras poéticas ( O prelú...

. Secret, beautiful - Among...

. Versos livres - Free vers...

. Inútil eloquência? - Usel...

. Confusão, ilusão e expres...

. Egoísta, talvez não - Sel...

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Janela da imaginação - es...

. A criatividade do sonh...

blogs SAPO

.subscrever feeds