Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Palavras perdidas ( para a nostalgia )

   Lost words ( for nostalgia )

Quero procurar o verdadeiro

sentimento nostálgico,

que quase confunde o romântico.

Sentir o seu enleio

que me prende em tanto devaneio,

nesta triste inspiração de um olhar derradeiro!

-----------------------------------------------------

I want search the true

nostalgic feeling,

that almost confuses the romantic.

Feel his perplexity

that hold me in both daydream,

in this sad inspiration of one ultimate look!

-----------------------------------------------------

Mas de novo me perco;

para um tal sentir ardente,

que não é triste, nem alegre

apenas me queima tão incerto...

Em tal vontade que pressente

certa felicidade que se desprende!

----------------------------------------------

Outra vez esta nostalgia,

em rosa claro...

E gasto mais palavras que minto,

para sentir o que sentia!

Mas tudo em que me deparo,

me salienta a tristeza sem um destino.

----------------------------------------------

But again i get lost;

for such ardent feel,

which is not sad nor happy

merely burn me so incertain...

In such will that presage

certain happiness that gives off!

---------------------------------------------

Again this nostalgia,

in light rose...

And i spend more words that i lie,

for feel what i felt!

But all in which come across,

stress me the sadness without one destiny.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Rosamar  Freedom........................................  

Palavras perdidas ( para a nostalgia )

    Lost words ( for nostalgia )

E nasciam de novo,

dias errantes

que apenas doiam e como estorvo 

nada me perpassam nesta minha ventura!

Eram mais dias tão absortos,

como a tristeza de meu amor distante...

 

Mas de novo calada, sinto...

De novo enquanto me escondo,

esconjuro esta minha alma perdida.

Deste ardente fogo de absinto,

de odor adocicado e assombroso

em que procuro, oh procuro sua hora devida!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

And born again,

errant days

that only hurt and as a nuisance

nothing pervade me in this mine venture!

There were more days so absorbed,

as the sadness of my distant love...

 

But again silent, i feel...

Again while hide myself,

exorcise that my lost soul.

Of this ardent fire of absinthe,

with sweet and amazing odor

in what i search, oh i search his due time!

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::  

    Rosamar  Freedom   

Palavras perdidas (para a nostalgia)

    Lost words ( for nostalgia )

 

Pensei com estas e mais outras

palavras que viajam

no meu modo,

que quer ser devoto.

Na qualidade de um dia solto!

 

Procurei com elas,

o meu senso

que vou libertando...

Com cada pensamento,

mas só fica o momento

de sempre poder perdê-las!

---------------------------------------------

I thought with these and more others

words that travel

in my mode,

that want to be devout.

In quality of one day loose!

 

I search with them,

my sense

that i will releasing...

with each thought,

but only stay the moment

of always could lose them!

------------------------------------------- 

Nasceu aos poucos, sem querer...

Certa nostalgia,

ou falsa saudade

de despojada meia verdade.

Que guardei para a perder!

Então hoje decidi que já não partia.

 

E com esta e mais outras

palavras ao vento e à chuva fria!

Guardei mil instantes...

Como livros por abrir,

cheios de mementos de tal nostalgia

que preenchiam mil folhas divagantes!

----------------------------------------------------

Born bit by bit, without the will...

Certain nostalgia,

or false hope

of despoiled half truth.

That i kept for let lose!

Then i decide that i don`t leave.

 

And with that and more those

words in the wind and in the cold rain!

I kept one thousand instants...

As books to open,

full of mementos of such nostalgia

that fill thousand wandering sheets!

----------------------------------------------------

Rosamar  Freedom