Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Labor poético - Apresentação - (Terra dos sonhos )

É a ventura poética que decifra e aprende.

Não é apenas imitação loquaz!

É dialogo raro para um novo olhar audaz,

para sentir o coração da imensa terra quente!


It`s the poetic venture that deciphers and learn.

It`isn`t merely loquacious imitation!

It`s rare dialogue for one new daring look,

for feel the heart of the immense hot land!


O inicio de todos os sonhos aqui;

foi como revelação de tudo o que é novo!

Uma construção intemporal que vivi,

que decalca o invisível em tudo o que renovo ( tornar novo ).


The begin of all dreams here;

it was like one revelation of everything what is new!

One timeless construction that i `ve lived,

that pounce (imitate) the invisible in everything i renew ( render new ).

O labor poético tenta, ágil e discreto,
alcançar o que jaz adormecido...
Em distantes entranhas profundas do secreto,
que pulsa com a sabedoria rara de um olhar desperto! 

The poetic labor try agile and discrete,
reach what lies asleep...
In distant deep bowels of the secret,
that pulsates with the rare wisdom of one awake look!

   Rosamar  Freedom+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
  

Labor poético - Apresentação - (terra dos sonhos )

     Poetic labor - Presentation - ( Dreams land )

 

Sedução secreta a todas as coisas da vida e seus frutos,

em instantâneos mágicos segundos

que me dão genuino sentir!

Em que construo o silêncio em perpétuo devir...


Secret seduction to all the things in life and their fruits,

in magic and instaneous seconds

that give me genuine feel!

In that i build the silence in perpetual movement...


Um entendimento diferente que se abre lentamente...

Que liberta o ser aprisionado

e o faz aproximar do milagre dormente,

que é a natureza em mistério revelado!


A different understand whitch opens slowly...

That release the captive being

and make him approach of the dormant miracle,

whitch is the nature in reveal mystery!


Penetro assim em seu respirar silencioso;

em seus sons, em seus cheiros, em suas cores!

Em sua sábia comunicação e trabalho moroso,

e me ensina assim a ver seu imparável labor!


I penetrate like that in his silent breath;

in their sounds, in their smells, in their colours!

In his wise comunication and slow work,

and teach me like that to really see his unstoppable labor!


   Rosamar  Freedom++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++ 

Equinócio de Primavera

       Spring Equinox

 

Flui o meu pensamento com ela,

a Primavera da semente que dará fruto,

na raiz que faz nascer o amor.

Na extrema inocência que apuro e cuido;

Nesse olhar magnético que em genuino existir se revela!


Nessa viagem do sol a passar o equador

continuo na procura do maravilhoso despertar na esfera... ( terrestre )

Do ciclo superior da natureza!

Em seu ritmo invisível de certa pureza.

Que marca nesse único instante, o inicio da Primavera!


Flow my thought with her,

the Spring of the seed that will give fruit,

in root that make born the love.

In extreme innocence that i find out and take care;

In that magnetic look whitch in genuine existence reveals!


In that voyage of the sun passing the equator

i continue in search of the marvelous arouse in the sphere... ( terrestrial )

From the superior cycle of nature!

In his invisible rhythm of certain purity.

That mark in that unic instant, The begin of Spring!


Por meio de essencial comparação,

o momento em que o feixe da luz do sol

incide sobre a linha do equador;

e o instante mágico em que se conhece o amor!

O equilibrio do tempo e a essência humana, amor no coração.


By means of the essential comparison,

the moment wherein the light beam of the sun

focus upon the equator line;

And the magic instant in that we know true love!

The balance of time and the human essence, love in the heart.


  Rosamar  Freedom+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++  

     

  

 

  

Equinócio de Primavera

    Spring equinox

 

No equador dos meus sentidos,

estavas tu, como alguém estranho

à mercê de todos os medos;

estávamos nós perdidos

atordoada eu com sentir tamanho!


In equator of my feelings,

be you, as someone strange

at the merce of all fears;

we were lost

stunned i am with such feel!


Em lento desatino imergi...

Até à exaustão desse sabor,

que vigorosa o pressenti!

E o guardei em tudo o que te esmeras,

por me dar sem o nunca saber em tantas esperas!


In slowly folly i immerse...

To exhaustion of that flavour,

that vigorous i sensed!

And i keep it in everything that you`re doing perfect,

for give me without i never know in some waits!


Toquei a natureza com os meus olhos,

para a recitar com tamanha eloquência:

em desvendar os seus mistérios.

Que igualam o dia, a noite imensa!

No tempo do equinócio.


I touch the nature with my eyes,

for recite it with such eloquence:

In unravel their mysteries;

That equals a day and the immense night!

In the time of the equinox.


Rosamar  Freedom+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

  

   

Intuição artistíca e o inominável impulso criativo - ou a crença da originalidade -

    ... A senda por onde nos estão a querer levar é a da perfeição e intensificação das técnicas em que paradoxalmente parecem mais importarem processos de aceleração do que propriamente ideais em vista, que podem ser tão vagos e inúteis como o da permanência na Lua, esboçando-se já a perspectiva de ser possível passar também umas férias nas caldas de Venus. E tudo se resume à pobreza espiritual da sociedade moderna.

 

  In " Não é artista quem quer" Raul Lino

             

Pág. 2/2