Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Moon iluminate me the longing ( Diva ) - Godness

Oh, fortunate moon!

Oh, fortunate moon!

Witch look at me mysterious

you go through so vitorious all the constellations;

More high in the warm sky

In the cold nights, invernal and dark,

in your magic always stand by.

Oh, fortunate moon!  

You own the tides that rock,

in lunar ( moony ) tides that shine...

In secret metallized gray

while i wake up, you read futur letters of directions of the currents,

that rock many hearts of dreams 

so needy weep for their loves so far and so near.

Moon, you drift in your lemma not forgotten.

That attract inspiration of one so lost poet!

Oh, fortunate moon!

Why you look at me and enfold me with proud

and quickly disappear...

Without any trace.

In the long and beautiful stellar road,

you eclipse and fade away

to come back in the morning

shinning and so solar!

Oh, fortunate moon, what spell in your

dance you reveal...

yet, you don`t wake me, even

after the notice of your secret missing!


   Rosamar  Freedom.-.-.-.-.-.-.-.-.-++++++++.-.-.-.-.-.-.-.-.+++++++++**::**::**::**::***::**:::**::**::***:::***+++++++            

Lua ilumina-me a saudade

Oh, Lua ditosa!

Oh, Lua ditosa!

Que me olhas misiteriosa,

percorres tão vitoriosa todas as constelações;

Mais altas do céu cálido!

Nas noites frias, invernosas e escuras,

em tua magia perduras.

Oh, luta ditosa lua!

És dona das marés que embalam,

em ondas lunares que brilham...

Em cinza metalizado secreto

enquanto desperto lês cartas futuras de direcções das correntes,

que embalam tantos corações de sonhos

tão carentes choram por seus amores tão

longe e tão perto.

Lua, vagueias em teu lema não esquecido.

Que atrais inspiração de um poeta tão perdido!

Oh, Lua ditosa!

Porque me olhas e me enleias orgulhosa

e depressa desapareces...

Sem qualquer rastro   

na longa e bela estrada estelar,

te eclipsas e desvaneces

para voltares a aparecer na manhã

brilhante e tão solar!

Oh, Lua ditosa que feitiço em tua

dança revelaste..

Ainda não me despertaste, mesmo

após noticia do teu secreto sumiço!


   Rosamar  Freedom -.-.-.-.-.--___.---___---___....----....---...---:_:_:_:_:_:_:_:_--.--.--.--.--.-.---..---..---..---..+++++++++++++++++++++++++++