Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Poética da alma

Criei este espaço completamente livre com o motivo de mostrar que é possível dar voz ao pensamento liberto na verdadeira expressão do espírito e da alma e as suas paixões! Um sonho inspirado em liberdade e amor.

Sobre o 25 de Abril - Impressões

    Gostava de discorrer sobre o tema, mas o que se sabe ou o que se discute é o que se fala aquando das comemorações, o que é muito pouco.

     O 25 de Abril significa sobretudo - o dia da liberdade - que se simbolizou com os cravos vermelhos. Mas em contraponto há quem afirme que esse dia não existiu e também quem diga que apenas se festejou num dia em que originou a queda do regime de Oliveira Salazar e como consequencia passou-se a desfrutar da liberdade individual e de expressão.Devido a essa luz ofuscante da liberdade ganha nesse dia tornou-se pouco visível o que se passou a seguir, que caminhos é que Portugal tomou, que mudanças empreendeu concretamente, não obstante serem bastante claros os resultados.

     O 25 de Abril  tem como sua substância um ganho de liberdade, nomeadamente liberdade de imprensa, ( quem não se recorda, os mais velhos de ver o célebre lápis azul da censura e os mais novos de ouvirem falar nele vezes sem conta ).Mas podemo-nos referir a essa forma de repressão e outras que não vou referir e que também se praticaram como formas mais agressivas e graves por atentarem aos direitos mais básicos do ser humano. E é isso que interessa discutir e desenvolver hoje em dia, que outras formas existem talvez mais engenhosas ou sofisticadas de atentados às liberdades das pessoas. E isso, penso eu, só se poderá fazer se houver uma destrinça de antes, durante e após algum tempo de o 25 de Abril acontecer e finalmente chegando ao dia de hoje e pensar seriamente o que existe hoje após o desenrolar do tempo, desde o ano de 1974.