Quarta-feira, 14 de Junho de 2017

A falésia do desencontro (Parnaso dos poetas) - The cliff of mismatch

   The Parnassus of poets

 

Divaga para se relacionar

com o desejo eterno de harmonia;

que alcança no entrelaçar

de filigrana fina, que é luzidia...

Enquanto a noite não se precipitar

na escuridão tenebrosa, que se escondia!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Wander to relate

with eternal desire for harmony;

that reaches in the interlacing

of fine filigree, that is gleaming...

While the night does not rush

into the gloomy darkness 

in the dark darkness, that was hiding!

************************************************

Num fingimento tão fortuito

recebe a vontade de perecer,

como se a noite fosse a morte em seu cântico!

Mas, tudo é auto conhecimento astuto,

para esta ser musa em seu entardecer...

A noite secreta, o desígnio do poeta

   em seu reduto mágico.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

In such fortuitous pretense

he receives the will to perish,

as if the night were death in his canticle!

But, all is astute self-knowledge,

for this being muse in its dusk...

The secret night, the poet`s design

        in his magical stronghold.

***********************************************

Na impossibilidade do desejo platónico,

surge a volúpia da escuridão...

Mas, também me embrenha nas lembranças,

que me trazem as emoções do sentir ilógico!

Nessa nesga de luz eis a inspiração:

como se a poesia fossem rosas e esperanças.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

In impossibility of the Platonic desire,

arises the voluptuousness of the gloom...

But, also embroiled me in regards,

that bring me the emotions of feeling illogical!

This light wire here the inspiration:

as if poetry were roses and hopes.

*****************************************************

Na aprendizagem que sabe da exaltação;

ensejos para novos começos inebriantes,

na educação do poeta para ser maduro!

Os pontos altos da emoção,

um cântico de alegria em instantes...

Embevecendo a sua memória para sentimento puro.

 

Learning to know the exaltation;

chances for new heady beginnings,

in the education of the poet to be mature!

The high points of the emotion,

a song of joy in instants...

Embodying your memory for pure feeling.

 

               O sonho do poeta

               The dream of the poet

O guia poético segue os extremos

da sua emoção de tristeza e alegria!

Confortado pelo limiar dos sentimentos...

A sonhar em cânticos de tristeza e segredos;

e não se faz esquecimento, por que queria

a felicidade do êxtase para somar todos os momentos.

 

The poetic guide follows the extremes

of his emotion of sadness and joy!

Comforted by the threshold of feelings...

To dream in songs of sadness and secrets;

and no forgetfulness is done because i wanted

the happiness of ecstasy to add up in moments.

 

   Rosamar  Freedom

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

  

publicado por lybelinha às 15:37

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Rimas universais (na busc...

. In love (with all my devo...

. A felicidade do acaso (do...

. Music so blue - Crying sa...

. Adivinho ( Artista ) - Do...

. Aceitação - Acceptance

. Um sonho inacabado (ideal...

. O meu sonho é do Demiurgo...

. Praia do norte (vento e m...

. Praia do norte (vento e m...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Janela da imaginação - es...

. A criatividade do sonh...

blogs SAPO

.subscrever feeds