Domingo, 30 de Abril de 2017

A verdade poética - The poetic truth

A verdade de todas as coisas por dizer:

como inspiração de tanto significado,

como um sonho bem preparado;

para continuar a acontecer.

Se o meu olhar se perder,

para ser talvez revelado...

 

The truth of all things unsaid:

as inspiration of so much meaning,

as a well prepared dream;

to contuine to happen.

If my peer get lost,

perhaps to be revealed...

 

Por serem os olhos para sempre

o grande espelho da alma!

Tudo o que vai resurgindo em frente:

são muitas direcções secretas na ressalva,

de todos os seus desejos escondidos...

São o meu assombro, o meu embaraço,

que vou idealizando em tantos

           dias perdidos!

 

By being the eyes for ever

the great  mirror of soul!

Everything that is coming up in front of you:

there are many secret directions in proviso,

of all your hidden desires...

They are my amazement, my embarrassment,

that i am idealizing

     in the days lost!

  Rosamar  Freedom

 

 

 

 

 

publicado por lybelinha às 02:03

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 29 de Abril de 2017

Without love - Rhymes in quatrains

Can be the danger thought,

i`ll never let go the feeling:

love can construct what i`m devoted;

because its principle is "lingering". 

 

Love can happen for many things,

there is an infinity landscape,

to spend my time chase meanings:

and love beauty outside walls as a fairy tale!

 

What would love be, without imagination?

I like, i love in a mode of my pleasure,

cause silence is full of tender and motion...

While the pain fall, i`m feeling pure!

 

Distance is never a lost labyrinth...

The state of peace is nature with sound.

It is as silence hide in marvelous bliss,

as a circular dance in a merry-go-round!

 

I`m changing my thinking;

however if i have feelings of love.

It`s always as turns my mind flying...

the thoughts are as a secret dove!

   Rosamar  Freedom

 

 

 

   

publicado por lybelinha às 16:56

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 21 de Abril de 2017

Dentro do homem existe um deus desconhecido - Um título longo

Within man there is an unknown god - A long title 

 

A modernidade levou tudo,

o que é "longínquo":

eternizado reduto do limite do "absoluto"!

 

The modernity takes away everything,

what it is faraway":

eternalized redoubt of the "absolute" limit! 

 

Aquele pensamento absoluto, imenso,

pode ser partilhado num sonho:

como louco e intenso...

 

That absolute thought, immense,

can be shared in a dream:

as crazy and intense...

 

Pode ser também poético;

pura essência tão rica,

das sombras mistério...

 

Can be also be poetic;

pure essence so rich,

of the mystery shadows...

 

Os ventos predilectos

de todos os sonhadores em lamento!

A certeza justa, elevado intento.

 

The favorite winds

of all dreamers in mourning!

The fair certainty, high intent.

 

Pois nada cura a presença febril,

que reverbera no espelho do tempo:

a recordar o homem como deus justo!

 

For nothing heals the feverish presence,

that reverberates in the mirror time:

to remember man as servile god!

 

Mas no anonimato a ser alguém;

como um impreciso e piedoso

deus desconhecido em seu siso!

 

But in anonymity to be someone;

as an imprecise and pious

unknown god in his wisdom!

 

   Rosamar  Freedom

publicado por lybelinha às 16:43

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 19 de Abril de 2017

Poetic truth (more explained)

I`ll explain my truth, only mine.

In special sense in line:

I`m always near of certain

way of looking some issues,

that my thought contain as truth;

Which i do not have in the color of vain!

Cause my search is the same,

when i`m writing, i`m reading, I`m listen to music, I`m singing...

I`m looking for something with intellectual value.

The meaning of my klowledge maintenance;

it always as a poetic truth,

the statement with real significance.

I`m very surprised when in my shame you lean in

to think in some other truths!

Particular ones of so many things;

it`s not what just i have in mind...

The subject of my inspired moments:

the subliminal desire of perfection line! 

           I`m a poetess:

        Rosamar  Freedom

publicado por lybelinha às 18:39

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 15 de Abril de 2017

Without love - Rhymes in quatrains

 

I want to be lost,

always in the same place:

when the pain is fade almost;

always in the love maze...

 

Random gives freedom,

to all my dreams in store;

and love is the much more

joy to give me the life`s rhythm

 

Silence is similar to peace;

but love is the principle noise

when my heart starts to speak:

emotions and feelings are my first choise!

 

Tenderness is loneliness;

but when i see thee love eyes:

them becomes bliss happiness,

which gives me the best perfume of disguises!

 

   Rosamar  Freedom

 

 

 

publicado por lybelinha às 12:34

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Abril de 2017

Perseguição do dia (todos os instantes) - Chase the day (every instants)

Todas as partes do diurno,

se embelezam pela luz incidente

tão permanente ou fugidia;

que se enforma no correr do dia...

É liberdade tão presente,

até chegar o elo nocturno.

 

All parts of the daytime,

beautify by incident light

so permanent or fleeting;

which takes shape in the course of the day...

It is freedom so present,

until the night link arrives.

 

Seus sinais de mudança,

são como progressão:

das sombras numa dança

em movimentos de reposição;

da reflexão de que o sol é bonança!

 

Theirs signs of change,

are like progression:

of shadows in a dance

in spare movements

of refletion that the sun`s bonanza!

 

E nessa presença quase plástica,

por ser inspirativa,

para ser tela para o pintor!

O dia está definido pela cor;

por ser todas as horas em que a luz

é fulgurância e desejo permitido...

 

And in this almost plastic presence,

for being inspirational

to be canvas for the painter!

The day in defined by the color;

for being all the hours in which the light

brilliance and desire allowed...

 

    Rosamar  Freedom

 

   

publicado por lybelinha às 15:44

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 1 de Abril de 2017

Repetição do desejo - Repetition of the desire

Agora já prevejo,

todos os momentos,

em que me empenho.

Sempre livre em ensejos,

só pela repetição de desejo!

 

Now i foresee,

all moments,

in which i`m committed.

Always free in opportunities,

merely by the repetition of the desire!

 

Decoro, sem saber, na exaustão,

essa doce repetição, percepção;

a mesma facilidade,

de sentir essa emoção

que concretiza uma realidade!

 

I learn by heart, without knowing, in exhaustion,

this sweet repetition, perception;

the same facility,

of feeling this emotion

that concretizes a reality!

 

Emoções guardadas, sem saber

que quero sentir um ponto de partida,

na parte mágica do meu ser;

que é a minha alma a crescer,

na inspiração partilhada

     e enriquecida!

 

Stored emotions, without knowing

i want to feel, a starting point,

in the magical part of my being;

which is my soul to grow,

           in shared   

and enriched inspiraton!

 

Esses momentos de clarividência:

podem ser a minha felicidade

o meu sentimento, puridade

a sentir a essência do sentido

      da minha alma;

que pensava tão perdida!

 

These moments of clairvoyance:

may be my happiness 

my feeling, purity

to feel the essence of meaning

          of my soul;

that i thought so lost!

   Rosamar  Freedom 

 

 

publicado por lybelinha às 17:07

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito (1)
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Se pudesse chegar - If it...

. Indefinitivas palavras - ...

. Experiências na vagueza d...

. Os dias de hoje - Nowaday...

. Mundo universal - Univers...

. Com a sombra da tristeza ...

. Na poesia, como na música...

. Na poesia, como na música...

. O fulgor da audiência ( A...

. Rumo contra a maré - A in...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Janela da imaginação - es...

. A criatividade do sonh...

blogs SAPO

.subscrever feeds