Sábado, 21 de Fevereiro de 2015

Se eu fosse dona do meu coração

 Muitas vezes pensei;

porque é tão insensato,

este meu coração

no peito calado!

Ele sentia, e eu não sei

nunca ou por uma vez a sua razão

de seu contentamento,

ou de sua tristeza!

Decidi prender minha atenção

para me saber uma vez,

sem ser uma contradição.

O que sentia este meu coração:

e era sua exigência

sempre todo o tempo

reclamar por amor e mais amor!

Assim tão ferido e perdido

não era sua desistência

acreditar no amor verdadeiro,

como sonho primeiro...

Sem ser só uma mera ilusão,

mas uma pura verdade em permanência!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

~~~Rosamar  Freedom~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ 

 

If i was mistress of my heart

 

Many times i think;

because it is so insensat,

this heart of mine

in the silent chest!

He feels,( heart ) and i don`t know

never or for one time his reason

of your contentment,

or your sadness!

I decide catch my attention

to know me once,

without being a contradiction.

What felt this heart of mine:

and it was your demand

always all the time

reclaim for love and more love!

Like that so bruised and lost

it wasn`t its withdrawal

believe in truth love

as first dream...

without being a mere illusion,

but a pure truth lingering!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

~~~~~~~~~~~Rosamar~~~~~~Freedom~~~~~~~~~~~~   

 

 

 

 

 

     

publicado por lybelinha às 15:32

link do post | comentar | favorito
|

Salvação ( demorada ) - long salvation

É no coincidir das ideias,

que são primeiro palavras claras,

que vou traçando o meu destino ( caminho )

vou organizando o meu sonho de ideais possíveis;

em que o humano se revela numa combinação das palavras. ( linguagem )

......................................................................................................................

Salvação que vai demorando

a construção do mundo,

como um escultor que vai moldando

a sua obra de arte por um retrato,

em que lhe confere expressão de modo profundo! 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Is the coincide of the ideas,

which are first clear words,

that i `ll tracing my fate ( path )

i will organize my dream of the ideal possible;

in what human reveal itself in a combination of words. ( language )

...............................................................................................................

Salvation that lingering

the building of the world,

as a sculptor who will casting

his work of art by a picture,

that gives it a profound way expression!

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

  Rosamar  Freedom 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

publicado por lybelinha às 12:05

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2015

Salvação ( demorada ) - Long salvation -

 

Combato o lado sombrio;

porque não o desconheço.

Contra toda a ignorância que desfio!

Acredito em todo o fascinio...

Mas como ser consciente, humilde, no mistério do universo.

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::..

I fight the dark side;

because i did not unaware.

Versus all the ignorance which unravel!

Believe in all the fascination...

But as conscious being, humble, in the mystery of universe.

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;,

Como o mundo se mostra orfão:

em que se ilustra pelos seus sons e paisagens,

em que testemunho sua unidade e beleza!

Sem querer, por pureza ( e inteireza )

tento uma relação afectiva e ideal que é a vontade no meu coração.

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

As the world shows itself orphan: 

which is illustrated by their sonds and landescapes,

Without want, by purity ( by wholeness )

try an emotional and ideal relationship which is the will in my heart.  

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  Rosamar  Freedom 

 

 

 

  Rosamar  Freedom 

 

publicado por lybelinha às 11:30

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 14 de Fevereiro de 2015

Salvação ( demorada ) - Long salvation -

Procuro a proeza,

que é a coragem

de embater na realidade;

que descansa no silêncio de ser miragem.

Numa incólume aparência que esconde a verdade!

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

A monotonia revela a passagem do tempo ao segundo...

Mas nada relaciona é muda e áspera.

Só com a minha intersecção, envolvimento,

me anima o ser nessa experiència rara

que traz a libertação no caos da vastidão do mundo!

............................................................................................

Search for prowess,

which is the courage

of crash reality;

resting in silence to be mirage!

in an unspoilt appearance that hides the truth!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

The monotony reveals the passage of time to the second...

But nothing relate is mute and rough.

Merely with my intercection, involvement,

cheers me up my being in that rare experience

that brings me the freedom in the chaos of the vastness of the world!

.............................................................................................................

  Rosamar  Freedom

 

 

 

 

publicado por lybelinha às 20:22

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 12 de Fevereiro de 2015

Salvação ( demorada ) - Long salvation -

Procuro a inteireza ( do ser )

subjacente estádio possível;

transformado apenas pelo meu olhar,

que poeticamente é activo ( e criativo )

numa devoção sensível com o real visível!

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

Seek the wholeness ( of being )

underlying stadium possible;

transformed only by my look,

that poetically is active ( and creative )

in a sensible devotion with real visible!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

~ Rosamar  Freedom~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 

 

 

publicado por lybelinha às 17:29

link do post | comentar | favorito
|

Flying anywhere

Since that day;

as the sun hope,

that gives me light and heat.

Feel my thought bright:

in a softness of deep love to reach...

Want so much to touch,

what`s inside of my mind!

I remember all the time

a different and special day;

listen what`s my heart say:

the passion at midday

reclaimed by my memories,

kept into my reveries!

Reality or only a sweet dream?

But since that day,

include it in my book of dreams

and lasting for days and years.

I listen the seconds in silence, ( voice ) 

forget all the fears. ( choice )

And reclaim that love... ( can`t avoid )

During the years, miss, miss

became inspiration and sense

and happiness release...

To be truth to linger,

in my book of dreams!

+++++++++++*******************+++++++++++

Rosamar  Freedom

********************~~~~~~~~~~*****************

 

 

publicado por lybelinha às 16:39

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2015

O princípio da criação ( original ) - Metáfora para intemporalidade

The principle of creation ( original ) - Metaphor for intemporality

 

Talvez seja por isso,

que sempre me chamas:

buscas a chama rara da invenção;

e neste encanto natural, sem ser prisão,

sou  o teu permisso...

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Maybe that`s why,

always you call me:

you search the rare flame of invention;

and that natural charm, without being prison,

i am your permission...

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

Não te falei já de tantas andanças?

Em que o meu pensamento,

juntou desejos e doces lembranças.

Olhas o relógio do tempo;

mas eu invento um novo instante, um novo momento!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

I did not speak up now of many wanderings?

In which my thoughs,

joint wishes and sweet memories.

you look the clock time;

but i invent a new instant, a new moment!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

Gostava de te poder dizer,

que o meu arrojo é perene,

é eterno, mas não.

É sempre tão fugaz;

é como pura liberdade a se devanecer... ( mas sempre a voltar )

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

I wish i could tell you,

that my boldness is perennial,

is eternal, but is not.

It`s always so fleeting;

is as pure freedom so elusive... ( but always to return )

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  Rosamar  Freedom

   

  

 

 

 

publicado por lybelinha às 15:44

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2015

Apenas uma palavra - Merely one word

Bastaria apenas uma palavra,

para aquecer o meu sentimento,

para saciar o meu coração sedento.

Bastaria um gesto e quebrava

toda a infelicidade que trago dentro!

.............................................................

Suffice only one word,

to heat my feeling,

to quench my hungry heart.

Suffice a gesture and break

all my unhappiness that i`ve inside!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

Bastaria um olhar sincero,

num instante qualquer...

Um silêncio justo de esperança,

uma partilha, uma mudança.

Algo que se deseja e se quer!

.............................................................

Suffice one sincere look,

in any instant...

A fair silence of hope,

a sharing, a change.

Something which i desire and i want!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;,;,,, 

Bastaria tão pouco...

E tanto, que tenho para dar.

Bastaria tão pouco...

Para a minha alma tocar!

Para o meu coração sarar.

Tudo para significar. 

..................................................

Suffice as little...

And so much i have to give.

Suffice as little...

For my soul touch!

For my heart heal.

All to mean.

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;Rosamar  Freedom

 

publicado por lybelinha às 02:23

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Música, fugidio, o pensam...

. Um poema de tristeza (à p...

. Uma certeza (das minhas) ...

. Guardado na memória (estr...

. A tarde do teu olhar (na ...

. A incerteza dos meus dese...

. Tenho tempo (a vida em im...

. Rimas universais (na busc...

. In love (with all my devo...

. A felicidade do acaso (do...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Janela da imaginação - es...

. A criatividade do sonh...

blogs SAPO

.subscrever feeds