Sábado, 31 de Janeiro de 2015

Por te amar - reveries - estado de espirito próprio -

For loving you - fantasias - state of mind own -

 

Quis mudar o destino,

quis desatar o medo;

quis revelar o segredo,

só por te amar

neste louco enleio em desatino!

.............................................................

Quis sublimar todos os desejos...

Só para te conquistar!

Quis silenciar a amargura,

para te mostrar:

o âmago da vida e seus ensejos.

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Wanted to change the destiny,

wanted untie the fear;

wanted reveal the secret,

only for loving you

this crazy overjoy in folly!

.......................................................

Wanted sublimate all desires...

Only to conquer you!

Wanted silent the bitterness,

to show you:

the very core of life and their chances.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Quis ressalvar toda a beleza do ser,

que se aperfeiçoa;

enquanto se implica e complica...

Em que a alma profunda se afeiçoa.

E tudo o que a eleva há-de prevalecer!

.................................................................

Wanted safeguard all the beauty of the being,

which made perfect ;

while is involved and complicated...

In what the deep soul becomes attached.

And everything what elevate it there are linger!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

Por te amar, só por te amar,

te fiz perene inspiração;

em constante preparação,

só para te mostrar:

que entraste silenciosamente no meu coração!

.................................................................................

For loving you, merely for loving you,

i made you perennial inspiration;

in constant preparation,

just to show you:

that you penetrated silently into my heart!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  Rosamar  Freedom

     

  

 

 

 

publicado por lybelinha às 10:00

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 25 de Janeiro de 2015

Enquanto sonhava... Diversos motivos ( com as minhas palavras )

While dreamed...Diverse motifs ( with all my words )

 

  « O direito aos dois lados da noite » - « The right to the two sides of the night »

 

Doce refúgio, ( reescreve sempre a esperança )

que é mistério no caos do silêncio

quebrado pela esperança;

que traça e avança, avança

nas horas de um tempo inteiro.

Com um qualquer motivo primeiro!

.............................................................

Sweet refuge, ( rewrite always the hope )

that is mystery in chaos of silence

broke by hope;

which trace and advance, advance

in hours of an entire time.

With any motif first!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;  

   Rosamar  Freedom

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

* Três grandes motivos para enriquecer e complicar a alma humana: Amor-adoração,

fraternidade universal e o apreço da natureza. A cultura da alma que posterioremente se transpõe para as diversas artes.No primeiro motivo com "Tristão e isolda" de Wagner, o segundo com " A nona sinfonia " de Bethoven" e o terceiro com a " Pastoral " de Bethoven até aos impressionistas com a pintura sensória. Sendo comum a todas as artes ter o seu verdadeiro campo no inefável( indescritivel, indizível ).O criador enfrenta a mais imaterial das artes, a música, mas que naturalmente cada um atinge o fito de dar expressão ao seu mundo interior! 

* Three great motifs to enrich and complicate the human soul: Love-adoration,

universal fraternity and the esteem for nature. The culture of soul that posteriorly is transposed to the diverse arts. In first motif with "Tristan and Isolde" from Wagner, the second motif with "The ninth sinphony" from Bethoven and the third with "The Pastoral" from Bethoven until the impressionists with the Sensory painting.Being common to all the arts have his true field in ineffable ( inexpressible, unspeakable ).

The creator faces the most imaterial of the all arts, the music, but naturally each one reach the aim of giving expression to his inner world! 

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

 

          

publicado por lybelinha às 02:30

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 24 de Janeiro de 2015

Enquanto sonhava...Diversos motivos ( com as minhas palavras )

While dreamed... Diverse motifs ( with all my words )

 

« O direito aos dois lados da noite » - « The right to the two sides of the night »

 

Quebranto do meu ser, que era,

enquanto sonhava;

desenhava as letras,

que são sentimentos, perdas

e também desejos e quimeras!

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::.

Enchantment of my being, which was,

while dreamed;

drawing the letters,

which are feelings, losses

and also desires and chimeras!

..........................................................................

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

     Vagueza dos dias tristes ( que não trago na memória )

     Vagueness of the sad days ( Which don`t take in my memory )

 

Pela vagueza dos dias tristes e vazios,

que não sonham;

são apenas desilusão.

Que não me olham,

nem são mais ténue esperança, nem devaneios

em recatada solidão!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

By the vagueness of the sad and empty days,

who do not dream;

are merely disilusion.

That not  look at me,

nor are more tenuous hope, nor musings

in coy solitude!

...................................................................................... 

  Rosamar Freedom  

 

 

 

publicado por lybelinha às 23:33

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Janeiro de 2015

Um dia perdi... ( mas ganhei, para te amar )

One day i lost... ( but i win, for to love you )

 

Um dia perdi a manhã do teu olhar;

tentarei sem descanso,

depois sem pranto

ganhar-te de novo tudo para te amar!

Pela manhã do teu olhar...

..................................................................

One day i lost the morning of your look;

I try without rest,

after without weep

earn you again all to love you!

By the morning of your look...

----------------------------------------------

Então, só sei que reatei,

de novo a tarde do teu sorriso...

Que reparou sem aviso,

num lindo olhar, que agora sei

ser secreto e terno compromisso!

...........................................................

So, i merely know that i`ve again,

again the afternoon of your smile!

That repair without warning,

in a beautiful look which now i know

be secret and tende compromise!

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

Um dia pelas noites do teu luar,

em todas as fases da lua dividida

prendi-te em mistério e feitiço...

Numa loucura a te chamar

para o meu "desejo paraíso"! ( Sonho )

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^~~~~~~~~~~~~~~~~~~

One day by the nights of your moonlight,

in all the phases of divided moon

i rescue you in mysterie and spell...

In a madness to cal you

to my "desire paradise"! ( Dream )

.......................................................

Te desprendo, mas não te liberto

desde o dia distraído;

me perdi da manhã do teu olhar,

mas encontro assim, o teu olhar tão sincero.

E então ganhei, ganhei a certeza de " reparar "!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

I release you, but not set you free

since the distracted day;

i got lost on the morning of your look,

but encounter thereby, your look so sincere.

And then i gained, gained the certain of " repair "!

................................................................................

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  Rosamar  Freedom

 

 

 

  

 

 

publicado por lybelinha às 01:25

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2015

Entrelaçada pelo sentir ( Alma )

Intertwined by the feel ( Soul )

 

Não sabia, não sabia, mas senti, senti...

Pelo tanto que a alma sonhou!

E nada me falou, só segredou.

................................................................

Em sua sublimação espontânea,

que parecia tão vã, mentira

era fiel ( a alma ) ao sentir que possuira!

.....................................................................

Didn`t know, didn`t know, but i feel, i feel...

By both the soul dreamed!

And nothing tell me, just whisper.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::.:::

In his spontaneous sublimation,

which seemed so vain, lie

was faithful ( the soul ) to feel that had possessed!

................................................................................

Sinuosamente reviveu, e sentiu,

numa liberdade abstracta, e surgiu

e recuou, num desejo de sentir tudo o que tanto ama.

....................................................................................

Alma se transcende no sentir, é epifania!

Mas sempre muda e caprichosa,

de tamanha e cuidada devoção precisa, como uma rosa.( para que não murche )

...................................................................................:::::::::::::::::::::::::::::::::::::.   

Sinuously revived, and felt,

in a abstract freedom, and arose

and retreated, in a desire to feel everything he loves.

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::.

Soul it transcends in feel is epiphany!

But always mute and capricious,

of huge accurate devotion  needs as a rose.( not to wilt )

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;,;;;;;;;;;

  Rosamar  Freedom   

    

publicado por lybelinha às 18:08

link do post | comentar | favorito
|

Every time...That look ( make me dream )

My soul stand by all the time,

when i remember that look...

I reach out my true happiness;

i want hold on what`s mine!

No words are more stood

than that bliss blessed.

All that tenderness in your eyes,

took me by surprise;

that flavour of sweet tendermess

so true, so nice,

sweet sensation to my soul

and almost climb my inner devotion!

My inner devotion of my soul,

to find finnaly love, love...

I `ll be forever stand by,

for this true emotion!

My soul mysteries, reveries;

one of the most,

to make my soul more complicated

always so capricious as it seems.

So passionate, so passionate,

with its endless dream

to cherish that dream of love.

To find love in its fate,

if it`s not to late,

if it`s not to late! 

«««««««««««««««««««««««««««««

  Rosamar  Freedom

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»

publicado por lybelinha às 17:17

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2015

Procurei-me ( procrastinada à poética do sentido )

Looked for me ( procrastinated to the poetic sense )

 

Mera ilusão de orientação poética de todas as coisas?

Essa relação estreita do poeta com uma quase fusão,

de si com a árvore, o rio, o mar, as folhas

numa inteireza que busca sua recriação ( humana )

com a imensidão e beleza da natureza,

que é a vida e será arte na poética que é pureza!

 

Mere illusion of poetic orientation of all things?

That close relation of the poet with an almost fusion,

of himself with the tree, the river, the sea, the leaves

in a wholeness which search his recreation ( human )

with the immensity and beauty of nature,

that is the life and it will be art in poetic that is purity!

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,, 

Seria mero acaso, esta escolha;

ou apenas uma consciência procrastinada,

ou era o meu destino mostrar a verdade que me olha!

Para a conduzir também na relação com os outros.

E mostrar que eu nasço para aperfeiçoar, em que me deslumbra

a revelação de todo o esplendor do mundo que eu vejo com paixão,

e todo o sofrimento do mundo que revolta o meu coração!

 

It will be mere chance, this choice;

or only a procrastinated conscience,

or was my destiny show the truth which look at me!

For the lead also in the relation with others.

And show that i will born to improve, that dazzles me

the revelation of the all splendour of the world that i see with passion,

and all suffering of the world which revolt my heart!

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;; 

  Rosamar  Freedom   

publicado por lybelinha às 05:22

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 13 de Janeiro de 2015

Procurei-me ( pocrastinada à poética do sentido )

 

Looked for me ( procrastinated to the poetic sense )

 

Silenciosamente no limiar,

de tamanha solidão;

perdidamente sem recuar.

Instinto imediato, sôfrego

procura sinais, este meu coração,

e por ser ausente, se sente parte de tal lugar devoto!

-----------------------------------------------------------------------------

Silently in the edge,

of uge solitude;

rolling in the deep without come back. 

Immediate instinct, grasping

search signals, this my heart,

and for being absent, it feels part of such devout place!

----------------------------------------------------------------------------   

Em ausência de si mesmo

é dada decisão ( do meu ser );

que permaneça em constante implicação,

com tudo o que defronto

numa realidade que eu encontro,

que carece e espera que a subjective de poética em ensejo!

..................................................................................................

In the absence of yourself

is given decision ( of my being );

that linger in constant implication,

with all what is in front of me

in a reality which i find,

that lacks and wait which subjective of poetic in chance!

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: 

O encontro que me fez poeta,

em que percorro um caminho imprevisível...

Por ser descoberta que se revela,

num acto justo e equilibrado;

e me torna um ser atento e preparado

para reconstruir o mundo numa vivência livre e intemporal.

( mimesis no sentido da arte ) - Reprodução artística da realidade que é percebida pelos sentidos.  

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::................................

The encounter that made me poet,

that i walk in an unpredictable path...

For being discovery which reveals itself,

and makes me a being attentive and prepared

for rebuild a world in a free and timeless living.

( mimesis in the sense of art )

........................................................................... 

mimesis: The way in which the real world and human behavior are represented in art or literature.

.............................................................................................................................

  Rosamar  Freedom          

 

publicado por lybelinha às 16:27

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 10 de Janeiro de 2015

Procurei-me ( procrastinada à poética do sentido )

 

Looked for me ( procrastinated to the poetic sense )

 

Velejei o meu ser,

sem saber;

mas na busca de mim mesma

regressei às inusitadas razões,

que destinaram a minha alma em poemas

e a moldaram em puras revelações!

.................................................................

Sailed in my being,

without know it;

but in search of myself

come back to unusual reasons,

which destine my soul in poems

and mold it in pure revelations!

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

  Rosamar  Freedom 

 

 

publicado por lybelinha às 15:22

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Janeiro de 2015

Não sei, porquê ( o amor no silêncio )

I don`t know, why ( the love in silence )

 

Mas ouço mais uma melodia,

que apaga todas as dúvidas,

àquela verdade ( o amor )

tão simples, em que tudo seria,

como esta certeza sem validade!

E são todas as músicas,

que repetem e sugerem ( o amor ).

O refrão do amor e da saudade!

E gostei de juntar ( o amor )

essa palavra secreta, de canção em canção,

à amizade em louvor, em fervor...

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

But i listen one more melody

which delete all the doubts,

to that truth ( the love )

so simple, when all should be,

as this certainty without validity!

And are all the songs,

which repeat and suggest ( the love ).

The refrain of love and longing!

And  liked to join ( the love )

that secret word, from song to song,

to the friendship of praise, of fervour...

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

  Rosamar  Freedom       

 

 

publicado por lybelinha às 22:19

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Se pudesse chegar - If it...

. Indefinitivas palavras - ...

. Experiências na vagueza d...

. Os dias de hoje - Nowaday...

. Mundo universal - Univers...

. Com a sombra da tristeza ...

. Na poesia, como na música...

. Na poesia, como na música...

. O fulgor da audiência ( A...

. Rumo contra a maré - A in...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Janela da imaginação - es...

. A criatividade do sonh...

blogs SAPO

.subscrever feeds