Domingo, 31 de Agosto de 2014

Porque é que o amor ... ( em lua quarto crescente )

    why is the love...  ( in quarter crescent moon )

 

Lentamente, como se decalcasse um sonho

e o ritmo das coisas fosse só enlevo;

a noite quebra o silêncio e o medo!

E a magia da lua é reluzente...

 

Slowly, as you make the dream visible

and the rhythm of things was merely rapture;

the night breaks the silence and fear!

And the magic of the moon is gleaming...

-----------------------------------------------------

Tudo fluiu em surgimento...

Com todo esse sentimento, o amor!

Tudo o que olho acalenta paz e pertença.

Uma bonança, e tão, tão sedenta

e bate o coração, depressa, depressa!

 

Everything flowed in emergence...

with all that feeling, love!

Everything i look linger peace and inclusion.

A lull, and so, so thirsty

and beat the heart, quickly, quickly!

-------------------------------------------------------

Em pensamento voguei pelo que sinto,

e perguntei ao coração, entrelinhas

se a razão me escutou;

e então logo me confirmou

sem rodeios me segredou, eu não minto!

 

In thought i wander by what i feel,

and asked to the heart, between lines

if the reason listen to me;

and then soon confirmed me

without bluntly whisper me, i don`t lie!

-----------------------------------------------

Fui descendo pela estranha luz da lua,

com seu cinzento prateado...

 

Brilha como se soubesse do amor,

esse amor tão secreto!

E sem licença tudo é realçado

como se a beleza existisse pela vez primeira,

e naquele sonho tivesse despertado

de uma certa maneira!  

 

I went down by strange moon light,

with his silver gray...

 

Shines as it knows about the love,

this love so secret!

And without license everything is highlighted

as beauty existed for the first time,

and in that dream had wake up

of certain manner!   

--------------------------------------------------------

  Rosamar  Freedom  ------------cry for the moon   

 

 

publicado por lybelinha às 00:49

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 30 de Agosto de 2014

Pensei ler no teu olhar ( uma luz tão diferente )

   I thought read in your eyes  ( such a different light )

 

Assim tão perdida, me encontrei

e secretamente voei, voei...

Nesse teu modo de me amar,

numa loucura que se soltou

nesse estranho e longo vogar!

 

I found myself so lost

and secretly i fly, fly...

That your way of loving me,

a madness that split away

this strange and long wander!

------------------------------------------------   

Uma palavra, um gesto, um sinal,

fui juntando tudo em ti

que ficou tão dentro de mim.

Para decifrar este sentir leal.

Num amor desconhecido!

 

One word, a gesture, a signal,

i join on thee

that stay so inside of me.

To decipher this loyal feel.

In a love unknown!

----------------------------------------------

Não desejei esquecer-te,

só queria sossegar a alma que levita,

para te perceber o enigma...

Sem ambíguo divagar a perder-te!

E beijar o teu secreto desejo.

 

I don`t wish to forget you,

merely want quiet down the soul that levite,

to understand the enigma of you...

Without ambiguous wander to lose you!

And kiss your secret desire.

-------------------------------------------------

   Rosamar  Freedom 

 

 

 

  

 

publicado por lybelinha às 01:52

link do post | comentar | favorito
|

Sou apenas ( I`m only )

Dei com a urgência insana...

De um fogo que se quer consumir!

Fugi de tudo, sem amor, sem nada.

Só para não te deixar partir. ( esperança )

 

Gave urgency to the insane...

Of a fire that wants to consumed!

I run away of everything, without love, without nothing.

Merely for don`t let you go away. ( Hope )

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Sou amante secreta do eu imaginário...

Num jogo de sombras!

Calado pelos dias de sonhar,

que me move em liberdade

no desatar das amarras da verdade!

 

I`m a secret lover of imaginary ego...

In a game of shadows!

Silent by day dreaming,

that moves me in freedom

in untie of the moorings of the truth!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~   

  Rosamar  Freedom

 

publicado por lybelinha às 01:14

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

Elliptical inspiration ( the maze )

How i wish surely,

have place and time

hour and seconds;

of what i really find

among my inspirations...

All my directions

turned into velvet skies!

Reunion of different forces

that guide me despite,

my own caprice.

 

How i wish contemplate

the confidence endlessly,

of my selective creation.

Oh, but can always choose on, intent

some objective spontaneous patterns;

which is  "nature" and

his "perfection" that repeats the same

the possibility of life.

Might joint more poet guides:

Embrace the "truth" and "justice"!

As primal elevate motifs

extended in the maze of creative forms.

-----------------------------------------------

Rosamar  Freedom  

publicado por lybelinha às 02:50

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

A liberdade ( tem um preço )

Freedom ( has a price )

 

Toda a liberdade me leva longe...

Mas nesses espaços que sabem ser;

se enternecem pela deriva do acaso,

o principio de liberdade é para se perder!

 

All freedom take me far...

But in those spaces that know to be;

melts by the drift of the hazard,

the principle of freedom is for get lost!

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

E nesse desencontro, sem mim,

busquei tudo o que não tive

em todos os retornos para ser feliz!

Mas, em minha memória não lembrei o declive;

como abrupto sinal, não, não desisti.

 

And in that divergence, without me,

search everything that i didn`t had

in all returns for to be happy!

But, in my memory i didn`t remember the slope;

as abrupt signal, no, didn`t given up.

-----------------------------------------------------------   

Pensei com a melhor solidão;

de que maneira fugirei,

do fim da minha liberdade, que te dei

juntamente com o meu amor na tua mão!

 

I thought with the best solitude;

in what way i will run away,

of the end of my freedom, that i gave to you

jointly with my love in your hand!

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

   Rosamar  Freedom

publicado por lybelinha às 02:51

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 26 de Agosto de 2014

Pensei ler no teu olhar ( uma luz tão diferente )

      I thought read in your eyes (such a different light )

 

Não era preciso dizer,

o quanto me inspira

sem palavras, essa emoção.

Que acalmou o meu coração,

que me mantém a querer!

 

There is no need to say,

how much inspire me

without words, that emotion.

That calm down my heart,

that keeps me wanting!

---------------------------------------

Ensinou-me, sem saber?

A sossegar-me em ermo labirinto...

Açoitou o meu instinto,

numa sede, que se consome sem se perder!

 

Teach me, without know it?

Reassure me in wilderness maze...

Flogged my instinct,

in a  thirst, that consumes without getting lose!

-----------------------------------------------------

  Rosamar  Freedom    

publicado por lybelinha às 15:09

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 24 de Agosto de 2014

Amizade ( que se deseja )

   Friendship ( that you wish for )

 

Preciso de um amigo,

parecia quase um anuncio

que alguém tão sozinho,

pagou para vir no jornal de Domingo!

 

I need a friend,

seemed almost an advertisement

that someone so alone,

paid to appear in the Sunday paper!

---------------------------------------------------------------

A cidade com todos os seus intensos movimentos,

mostrava tamanha azáfama e confusão...

Em todos os dias que passam na semana,

mas o Domingo dava-se aos poetas e sua dispersão!

 

The city with all their intense movements,

show such bustle and confusion...

In everyday that pass in the week,

but the Sunday offer itself to the poets and his dispersion!

-----------------------------------------------------------------

E nesse Domingo de Verão,

em que o sol aquecia brandamente

a palavra poética que devagar descobria...

O desenhar dos seus jardins,

sob um olhar tão dolente

na cidade que cansada adormecia!

 

And in that Sunday Summer,

in where the sun warmed gently

the poetic word that slowly discovered...

The draw of their gardens,

under the gaze so doleful

in the city that tired fell asleep!

--------------------------------------------------------------------  

Só me perdi com certa atenção,

naquele pedido, directo ao coração

assim tão despercebido:

"precisa-se de um amigo",

para amizade verdadeira de Sábado, Domingo a Sexta-feira!

 

Just lost me with certain attention,

in that request, direct to the heart

as well so unnoticed:

"I need a friend",

for true friendship from Saturday, Sunday to Friday!

-----------------------------------------------------------------

   Rosamar  Freedom

    

 

  

 

publicado por lybelinha às 17:20

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 23 de Agosto de 2014

Sou apenas ( I`m only )

Sou apenas encantamento preso,

na noite mais escura e silenciosa...

Sonho sem direcção;

Máscara de tamanha desilusão,

mentira cruel e auspiciosa!

 

I`m only stuck enchantment,

in the darkest and silent night...

Dream without a direction;

Mask of huge disillusion,

cruel and auspicious lie!

-----------------------------------

  Rosamar  Freedom 

publicado por lybelinha às 17:58

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014

Nunca será assim - will never be like that -

Oh, nunca será assim com palavras,

oh, nunca será com o olhar.

Oh, nunca será com lágrimas

Oh, nunca será porque quero perdoar!

É que este meu coração que esmagas,

mantinha-se a voar no teu sonho...

 

Oh, will never be so with words,

oh, will never be with my look.

Oh, will never be with tears

oh, will never be because i want forgive!

this is my heart that you crush,

was kept flying in your dream...

-------------------------------------------

Nunca será com abraços,

nunca será com beijos

nunca será com mil desejos.

Nunca será com tantos embaraços...

Que conquistarei o teu coração!

 

Will never be with hugs,

Will never be with kisses

will never be with hundred desires.

Will never be with so many embarassments...

That i will conquer your heart!

---------------------------------------------------

Mas será sem que notes,

mas será sem saberes.

Mas será num momento misterioso,

em que ambos diremos ser duvidoso...

Mas será como quebrar todos os desejos alheios.

E será o instante em que me perco para tu te perderes!

 

But will be without your notice,

but will be without you know it.

But will be in a mysterious moment,

wherein both say be doubtful...

But will be as breake all the oblivious desires.

And will be the instant when i lose myself for thou lose yourself!

------------------------------------------------------------------------  

     Rosamar  Freedom

 

 

 

publicado por lybelinha às 20:15

link do post | comentar | favorito
|

Teclado universal - universal keyboards -

Pelo mundo fui sonhando, sem rumo...

E por onde fui pousando, vendo e tocando o meu coração,

com a ideia de o mais desejado pensamento universal;

Como desambiguar a mente humana em aprumo para outro futuro!

Todos querem transformar o "lugar do mundo", num lugar mais justo.

 

Around the world i was dreaming, aimless...

And where i was landing, seeing and touching my heart,

with idea of the most desired universal thought;

As a disambiguate of the human mind in poise for another future!

Everybody want transform the "place of world", in a place more fair.

-----------------------------------------------------------------------------

Não sendo pioneira nesta minha vontade,

de sentir em conjunto com o meu pensamento.

Se a deriva dos devaneios incitam o meu coração,

juntar razão e sentimento

me levam para o sonho de entender o humano em sua ambiguidade!

 

Not being pioneered in that my will,

of feeling in jointly with my thought.

If the drift of daydreams stir my heart,

joint reason and feeling

lead me to the dream of understand the human in his ambiguity!

-----------------------------------------------------------------------------

Como tentar fazer girar os ponteiros do relógio ao contrário,

e não fazer o tempo parar.

Pois será um outro tempo, que se quer reparar;

é que poesia é tudo, num recomeço de descoberta.

Um sistema de liberdade a escrever-se em dado inventário!

 

As try make turning clockhands on the contrary,

and not make time stand still.

Then will be another time, which one wants to repair;

poetry is all that is, resumption of discovery.

A system of freedom to write in particular inventory!

---------------------------------------------------------------

   Rosamar  Freedom 

 

 

 

 

 

 

 

 

     

publicado por lybelinha às 14:31

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Se pudesse chegar - If it...

. Indefinitivas palavras - ...

. Experiências na vagueza d...

. Os dias de hoje - Nowaday...

. Mundo universal - Univers...

. Com a sombra da tristeza ...

. Na poesia, como na música...

. Na poesia, como na música...

. O fulgor da audiência ( A...

. Rumo contra a maré - A in...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. Janela da imaginação - es...

. A criatividade do sonh...

blogs SAPO

.subscrever feeds